Numa tradicional celebração religiosa do Dia de Todos os Santos, que acontece há 50 anos, numa #GRUTA em Santa Maria do #Tocantins, cidade vizinha de Pedro Afonso, desabaram rochas que formavam parte do teto da gruta, matando dez pessoas e deixando sete feridos. O caso foi registrado na manhã do dia 1 e, de acordo com a corporação, estavam cerca de 50 pessoas no local na hora do evento.

Entre os mortos estavam a jovem Taís Soares Ferreira, de 17 anos, e sua mãe Deuzenira Ferreira da Luz, de 45 anos. Momentos antes do desabamento, mãe e filha haviam tirado uma selfie no local. As duas moravam em Pedro Afonso, cidade vizinha a Santa Maria do Tocantins.

Publicidade
Publicidade

Num depoimento emocionado, a coordenadora da paróquia onde Taís cantava, Mônica Lourenço, disse: "Eu não perco só uma amiga, eu perco uma filha, uma companheira."

O desabamento deixou vítimas de quatro cidades de Tocantins. A Defesa Civil do estado não recomenda que os eventos sejam feitos em lugares como a gruta, que foi isolada logo após o acidente. Segundo moradores próximos ao local haveria aglomeração de morcegos e para espantá-los foram soltados fogos de artifício que podem ter causado um tremor suficiente para acontecer a #Tragédia. Mas isto ainda está sendo apurado junto a outras hipóteses que surgiram. O laudo técnico está sendo feito por especialistas, segundo o diretor executivo da Defesa Civil, Diógenes Madeira.

Segundo o padre Rivonaldo da Silva Santos, que fez a celebração na gruta, o desabamento não deu sinal nenhum, nem mesmo algum tremor, apenas despencou.

Publicidade

Os corpos das 10 vítimas do desabamento do teto da gruta foram liberados do IML de Palmas na madrugada desta quarta-feira (2). Os corpos chegaram a capital por volta das 22h30 desta terça-feira (1º), e uma força-tarefa foi montada para apressar a consumação de exames. Foram chamados seis técnicos de necrópsia e, por volta de 3h30, cinco horas depois, eles foram liberados.

Num dia em que é comum visitar os falecidos no cemitério e rezar por suas almas, Dia de Finados, parentes de cinco das vítimas desta tragédia viram seus entes queridos serem enterrados. As restantes vítimas deverão ser enterradas esta quinta-feira (3).