Um helicóptero da Polícia Militar pode ter sido abatido durante uma operação na região da Favela Cidade de Deus, localizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A aeronave caiu neste sábado, 19, quando fazia uma perseguição a bandidos. As primeiras informações ainda são desencontradas. Até às 21h, no horário de Brasília, ainda não havia a confirmação do que teria derrubado o helicóptero, que estava em plena ação. Há também a hipótese que uma pane ou imperícia tenham feito com que o piloto perdesse o controle do objeto voador. Os quatro ocupante da aeronave faleceram. Os nomes deles ainda não foram identificados.

Ainda durante o RJTV segunda edição, telejornal da Rede Globo de Televisão, as imagens iniciais da queda exibiam o que acontecia.

Publicidade
Publicidade

Não demorou muito tempo para que fosse confirmada não só a queda, como também que os ocupantes dela estariam mortos. Vários outros policiais se aproximaram do helicóptero, tentando ver se os colegas estavam mortos ou se alguém ainda havia sobrevivido. Eles constataram que, infelizmente, todos haviam morrido. Na internet, rapidamente muitos vídeos começaram a ser colocados nas redes sociais. Eles mostraram cinegrafistas amadores, que filmaram, através de seus celulares, a notícia que virou o assunto do dia.

Segundo informações do jornal 'O Estado de São Paulo', ainda não havia informações se outras pessoas estariam feridas ou mortos, nem mesmo traficantes. Existe até uma certa expectativa para que isso aconteça, já que o dia foi de grande tensão. Durante alguns minutos, a Linha Amarela, que é uma das mais importantes da cidade, chegou a ser fechada.

Publicidade

Esse fechamento ocorreu por duas vezes. Foi justamente com o trânsito fechado que uma das aeronaves caiu.

"Meu Deus, olha isso, que horror. Será que tem alguém vivo", disse um dos internautas que gravou as imagens que caíram na internet.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento em que o avião cai próximo à Linha Amarela. Algumas pessoas que viram a cena dizem que a aeronave foi abatida por bandidos.

#Crime