Ontem (28), dois homens foram presos em Maracaju por terem confessado o roubo e assassinato de um cidadão que tinha sido reportado como desaparecido na madrugada de sábado. O corpo foi encontrado já em estado de decomposição e com sinais de extrema #Violência.

O crime aconteceu em Maracaju, uma cidade a pouco mais de 150 quilômetros de Campo Grande. Segundo a investigação, a vítima, Giovani Carra, um homem de 31 anos, foi visto saindo de um bar e oferecendo carona a dos homens desconhecidos. Maurício e Gilson entraram com Giovani no seu carro, um Renault Clio preto com placas de Campo Grande (MS).

Na madrugada de domingo (27), já bastante preocupados, os familiares de Giovani Carra registraram a ocorrência do desaparecimento.

Publicidade
Publicidade

Durante a investigação e já na tarde de ontem, a dupla foi abordada por policiais que já os estavam seguindo. Maurício acabou por confessar o #Crime e levou os investigadores até à Vila Prateada, onde o Renault Clio foi encontrado.

Maurício contou ainda aos policiais que o corpo de Giovani estava muito próximo de uma estrada na saída para Campo Grande. Ao chegar ao local onde estava a vítima, os investigadores encontraram o corpo já em decomposição, despido, amarrado nas pernas e nos braços e o pescoço enforcado nos cintos de segurança do carro. Maurício detalhou que Giovani encontrou os dois homicidas perto da rodoviária e chamou-os para andarem no seu automóvel.

Depois de entrarem dentro do carro, os dois criminosos obrigaram Giovani a dirigir até ao local onde o acabariam por assassinar.

Publicidade

Maurício confessou que o seu parceiro Gilson cortou os cintos de segurança e enforcou Giovani. Entretanto Gilson foi confrontado pela polícia e no início negou ter participado naquele crime macabro, porém, os investigadores encontraram em sua casa os documentos da vítima.

Devido a todas essas evidências e também devido aos antecedentes criminais de Gilson e Maurício, a dupla de criminosos foi presa em flagrante e levada para a delegacia onde ficará aguardando julgamento.

O que você acha sobre esse crime macabro? Será que os níveis de criminalidade no #Brasil vão continuar aumentando? Escreva a sua opinião nos comentários!