Um homem foi preso em flagrante no domingo (27), no bairro Vila Verde, em Rio Branco, no Acre (AC). O suspeito é acusado de ter violentado sexualmente uma menina de 10 anos, o indivíduo foi identificado como Luiz Alves de Araújo, de 51 anos, a vítima é a própria enteada do acusado. Segundo informações repassadas pela polícia, o flagrante foi realizado por um policial militar que estava à paisana.

De acordo com os relatos do policial, ele estava trafegando com a sua motocicleta no local quando percebeu uma movimentação estranha na mata, de imediato resolveu se aproximar e averiguar do que se tratava. Ao entrar no matagal o policial, flagrou o acusado em cima da vítima, ambos estavam sem suas roupas e mantendo relações sexuais.

Publicidade
Publicidade

Diante da situação, o policial ligou para a polícia relatando o fato e pediu apoio. Quando uma equipe de policiais chegou ao local informado, o suspeito foi preso em flagrante e levado por uma viatura da polícia para o Núcleo de Proteção a Criança e ao Adolescente (NUCRIA).

Segundo informações da polícia, além do indivíduo ser pego em flagrante no momento em que abusava sexualmente de uma criança, o mesmo já tinha um mandado de prisão em aberto. A vítima prestou seu depoimento para as autoridades. Conforme consta em seu depoimento, ainda muito abalada, ela disse que já era violentada sexualmente pelo padrasto há algum tempo. Ainda de acordo coma vítima, a sua irmã que é mais nova, também era abusada sexualmente pelo padrasto.

Conforme a criança, para conseguir concretizar os estupros sem ser descoberto, ele sempre a ameaçava de morte com uma faca, e dizia que se ela contasse para alguém o que tinha acontecido ele mataria ela e a sua mãe.

Publicidade

A polícia não informou o motivo no qual ele tinha um mandado de prisão em aberto. Um inquérito foi aberto e o caso está sendo investigado.

Também haverá investigação por conta da denúncia feita pela vítima, no qual ela revela que a sua irmã mais nova também era estuprada pelo suspeito. O homem encontra-se preso e ficará à disposição da justiça. Se o indivíduo for condenado, a pena para estupro de vulnerável pode variar de oito a quinze anos de reclusão. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia