No último sábado (5), duas mulheres foram flagradas pelas câmeras de segurança de um edifício furtando um apartamento, em Itumbiara, no sul de Goiás. Na ação, as duas teriam roubado o apartamento e levado o equivalente a um milhão de reais em jóias. Nas imagens é possível ver a movimentação das suspeitas no interior do prédio e no elevador.

O apartamento fica no oitavo andar do edifício, em uma área nobre do município. Segundo a proprietária que denunciou o roubo, encontrou a porta do local aberta quando retornou para casa. Segundo relatou à polícia, ela teria saído e trancado o apartamento, mas ao voltar achou estranho que a porta estivesse apenas encostada.

Publicidade
Publicidade

A Polícia Militar foi acionada e ao se averiguar as câmeras de segurança do local ficou constatado que duas mulheres haviam entrado na propriedade. Ao examinar se estava faltando alguma coisa dentro da residência, a dona se deu conta que o lugar em que guardava as jóias em seu quarto estava vazio. A proprietária não quis dar declarações à imprensa, mas os porteiros do edifício confirmaram que realmente houve um roubo no apartamento.

A Polícia Civil de Itumbiara investiga o caso e compareceu ao local para ouvir os funcionários do prédio. Outras testemunhas serão chamadas para tentar chegar à identidade das criminosas. Ao que tudo indica, as duas ladras sabiam da existência das jóias no apartamento, o que demonstra que elas conheciam a proprietária,  por isso fizeram uma ação tão rápida e organizada.

Publicidade

Não houve suspeita de que um #Crime estivesse acontecendo até que a dona do local se desse conta do sumiço das jóias. Por se tratar de um valor altíssimo, fica evidente que as duas sabiam o que estavam fazendo e tinham conhecimento da hora exata que poderiam entrar no apartamento sem que a proprietária estivesse presente.

Além de tudo, as criminosas teriam passado com facilidade pela portaria, não se sabe se por já serem conhecidas dos funcionários do edifício, ou se por uma falha na segurança do prédio. Nas imagens, uma aparecem vestindo uma camisa vermelha e calça preta, a outra camisa de manga comprida rosa. Elas caminham tranquilamente na calçada após deixarem o prédio. A Polícia Civil trabalha com as imagens para tentar chegar às criminosas.

#Casos de polícia