Esta mulher que chora na capa desta reportagem é Cintia Ferreira Francelino, de 29 anos. Ela ficou conhecida em todo o Brasil graças à morte de seu filho, um menino de apenas dez anos. Ele foi assassinado pela PM de São Paulo, que em uma perseguição, afirmou que seria impossível saber que ali estava uma criança. Os policiais acreditavam que estavam indo atrás de bandidos adultos. O tal menino, que estava do lado de um colega, de onze anos, já tinha uma extensa ficha na polícia. Mesmo assim, na época, a mãe dele disse que seu filho era uma pessoa boa e que na favela ninguém venderia uma arma para ele. Cíntia disse que a PM teria matado o menino apena por ele ser pobre.

Publicidade
Publicidade

Ela se disse uma mulher trabalhadora, mas já tinha também passagens pela polícia. O pai dele estava preso na época da morte do garoto.

Nesta quarta-feira, 24, no entanto, Cíntia acabou sendo presa após cometer um #Crime bárbaro. Após ter seu filho morto com um tiro na cabeça, ela foi flagrada roubando. De acordo com informações do portal de notícias R7, em reportagem publicada nesta sexta-feira, 25, a mulher teria dito que estava com sua família passando fome e que, graças à crise não estava mais conseguindo realizar atividades como empregada doméstica. Não se sabe quanto tempo ela passará na cadeia. No passado, a mãe do menino morto passou um ano e quatro meses na prisão.

Os policiais que participaram da ação que terminou na morte do menor, na época, chegaram a ser criticados pela mídia.

Publicidade

Muita gente diz que a PM estaria a provocar um extermínio, mas a própria opinião pública estaria a mudar, especialmente agora, quando crimes desse tipo acabam se tornando mais comuns. A crise tem feito com que assaltos se intensifiquem em muitas regiões. No município de Duque de Caxias, por exemplo, o assalto a um caminhão de cigarro causou pânico. Um policial morreu. A vida perigosa dos militares fez com que a apresentadora Fátima Bernardes fosse criticada nas redes sociais. Ela fez uma enquete na qual perguntava quem deveria ser salvo.