Nesta quarta-feira, 23, um vídeo começou a circular nas redes sociais. Ele mostra uma mulher e um homem. As imagens exibem a senhora batendo muito no rapaz, que está com as mãos para trás e algemado. Em menos de vinte e quatro horas, o vídeo teve mais de dois milhões de exibições. De acordo com a pessoa que postou a publicação, identificada como 'Junior Brasil', a mulher seria mãe do criminoso, que acabara de ser preso por praticar furtos na região onde a gravação foi feita. Não é possível, entretanto, identificar o dia e o local onde tudo aconteceu, mas o vídeo seria brasileiro, como indicam as frases ditas pela mãe.

A mulher diz que tem muita vergonha do que o filho estava fazendo e que, mesmo sendo pobre, é uma pessoa direita.

Publicidade
Publicidade

Ela mesma diz no vídeo que policiais foram à sua porta, questionar se o meliante era filho dela. Em seguida, ela estapeia o rapaz, dizendo que ele teve toda a oportunidade de ter até uma vida melhor que a dela. "Esse foi o estudo que eu paguei?", questiona a senhora revoltada. O rapaz, que seria menor de idade, apanha sem reclamar. O máximo que ele faz são feições de dor, indicando que os tapas que a mãe está dando são fortes. O vídeo tem ao todo pouco mais de um minuto, mas rapidamente chegou a mais de dois milhões de exibições.

As imagens ganharam ainda mais repercussão depois de uma polêmica envolvendo a apresentadora Fátima Bernardes, da Rede Globo de Televisão. Ela fez uma enquete em seu programa, o 'Encontro', na qual questionou quem os médicos deveriam salvar primeiro, um traficante com risco de morte ou um policial machucado.

Publicidade

Fátima foi muito criticada por fazer esse questionamento e acabou fazendo mea culpa, ao receber em seu matinal um oficial da polícia militar do Rio de Janeiro, que revelou que, de fato, os policiais, não gostaram de nada.

Veja o vídeo que está dando o que falar nas redes sociais. Atenção, algumas pessoas consideram as imagens a seguir fortes. Por isso, para vê-las é necessário estar logado em sua conta do Facebook.

#Crime