Cerca de 605 mil veículos passarão pelo sistema Castelo-Raposo entre a meia-noite de sexta-feira (11) e a meia-noite de terça-feira (15), feriado da Proclamação da República. A estimativa foi feita pela Concessionária CCR ViaOeste, que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo.

A Rodovia Raposo Tavares liga a cidade de São Paulo à cidade de Presidente Epitácio, na divisa com o Mato Grosso do Sul, e é via de acesso para os municípios de São Roque, Sorocaba, Itapetininga, Ourinhos, Assis, Presidente Prudente, entre outros.

A Rodovia Castelo Branco cruza as cidades de Santana de Parnaíba, São Roque, Itu, Sorocaba, Boituva, Avaré, entre outras, e termina em Santa Cruz do Rio Pardo, a 315km da capital.

Publicidade
Publicidade

Horários para viajar

Os milhares de motoristas que passarão pelo sistema #Castelo-Raposo devem ficar atentos aos melhores horários para viajar. Nesta sexta-feira, o trânsito estará carregado a partir das 12h. Isso acontece porque algumas pessoas, para antecipar a viagem e fugir do trânsito, adiantam a saída do trabalho. O problema é que muitos fazem isso e o trânsito fica carregado da mesma forma.

No sábado (12), o tráfego de veículos continua elevado. As viagens devem começar cedo, por volta das 09h e até às 16h será intenso, de acordo com Alessandro Pereira, coordenador de Tráfego da CCR ViaOeste.

Grande parte dos motoristas que vai ao interior aproveitar o #Feriado Prolongado deve voltar na terça-feira (15). O melhor horário para a volta é antes do almoço. O volume maior de veículos retornando deve acontecer entre 10h e 22h.

Publicidade

Outras rodovias

O sistema Anchieta-Imigrantes, que liga a cidade de São Paulo ao litoral sul, também deve ter tráfego intenso a partir desta sexta-feira (11). Outras rodovias do estado de São Paulo também contarão com um grande número de veículos.

São os casos da Rodovia Anhanguera, que passa pelas cidades de Campinas, Ribeirão Preto e termina em Igarapava, na divisa com o estado de Minas Gerais, e a Rodovia Washington Luís, que corta os municípios de Rio Claro, São Carlos, Araraquara, Catanduva e São José do Rio Preto.

.