Na manhã desta terça-feira (29), o filho do técnico da Chapecoense Caio Júnior, Matheus Saroli, publicou em sua rede social, que estava em São Paulo, e que não embarcou junto com o pai, pois teria esquecido seu passaporte. Caio Júnior está entre as vítimas do acidente de avião que transportava o time da Chapecoense na madrugada desta terça-feira.

O avião transportava ao todo 81 pessoas, 74 foram declaras mortas e sete resgatadas com vida. Entre os sobreviventes estariam: os comissários de bordo Erwin Tumiri e Ximena Suarez; o jornalista Rafael Henzel; os jogadores Alan Ruschel e Neto e os goleiros o goleiro Follmann e Danilo Padilha.

Publicidade
Publicidade

O goleiro Danilo Padilha, que é da Região Noroeste do Paraná, na cidade de Cianorte, chegou a ser levado com vida até o hospital, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Na publicação do Facebook, Matheus falou em nome da família, relatou que estavam triste, mas bem, que precisavam de forças e de um pouco de privacidade no momento. O jovem agradece as mensagens de carinho e apoio, mas pede a compreensão de todos, para este momento de dor, principalmente de sua mãe, em relatar o motivo pelo qual pedia privacidade.

Técnico da Chapecoense

Caio Junior, que tinha 51 anos, era natural de Cascavel, no Paraná. O técnico que iniciou sua carreira profissional como jogador de futebol, defendendo os clubes: Paraná Clube e no Iraty. Sua carreira como técnico teve inicio no ano de 2005.

Publicidade

O primeiro Clube em que atuou como técnico foi o Cianorte , que surpreendeu ao vencer o Corinthians 3x0.

Caio Júnior teve em seus comandos também os clubes do futebol nacional: Palmeiras, Flamengo, Paraná Clube, Botafogo, Gama, Grêmio, Goiás, Londrina, Criciúma, Bahia, Vitória. E no futebol internacional comandou: Vissel Kobe (Japão); Al Gharafa (Catar); Al Shabab (Emirados Árabes) e Al Jazira (Emirados Árabes).

A Chapecoense era 17º time que o técnico estava comandando. Em sua carreira esportista ele também atuou como comentarista em uma rádio e também em um canal de TV em Curitiba. Atuou também como supervisor de futebol no Clube Curitiba.

#Acidente

Esse é o maior acidente, na história mundial do futebol. O avião LaMia estava com 72 passageiros e 9 tripulantes.

Segundo informações locais o avião teria perdido contato com a torre de comando por volta das 22h15min horário local ( ás 01h15min horário de Brasília). O avião caiu em uma zona de mata fechada e difícil acesso, próximo do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro perto de Medelín.

No momento do acidente chovia muito, o que dificultou ainda mais o trabalho das equipes de resgate, que durante um período na madrugada, interromperam por um período as buscas, até que melhorasse as condições para continuarem os trabalhos de resgate.

A lista oficial dos mortos na tragédia ainda não foi divulgada, mas as equipes declaram a impossibilidade de encontrar mais algum sobrevivente. O trabalho agora é para recolher e reconhecer os corpos no local do acidente.