Nesta quinta-feira, 03, a rua Santa Clara, localizada em um dos bairros mais caros do Rio de Janeiro, Copacabana, na Zona Sul, viveu um momento um pouco atípico. Um menor, acusado de roubar uma pedestre, passou por momentos difíceis. Segundo uma matéria do jornal Extra, a Polícia Militar somente chegou ao local depois que o jovem, que não teve o nome identificado, já havia sido contido pelos moradores. O furto teria sido cometido em plena hora do almoço, por volta das 13h40 no horário de Brasília, o que fez com que mais gente ainda estivesse na rua e acompanhasse de perto a ação. Inicialmente, os moradores e transeuntes da região ligaram para a polícia, mas o menor estava tentando fugir. 

A partir daí, alguns tiveram a ideia de arrumar uma "solução" para aquele problema.

Publicidade
Publicidade

Foi então que o meliante foi amarrado com um barbante. Um vídeo da ação chegou a ser compartilhado através das redes sociais. Nele, o jovem grita muito. "Tá doendo, me desculpa, eu não faço mais", foram algumas das frases ditas pelo rapaz, que aparentava estar com muito medo do que pudesse acontecer. Não é a primeira vez que um ladrão é amarrado na Zona Sul. No ano retrasado, um homem chegou a ser amarrado a um poste e o vídeo foi parar na internet. 

Ele já havia roubado várias vezes casas da região. Os moradores irritados decidiram dar uma "lição" nele, mas foram criticados pelo fato de também, pelo menos na prática da legislação, estarem cometendo um #Crime, fazendo justiça com as próprias mãos. Dessa vez, o menor ficou nas mãos dos populares até que o batalhão da região chegasse. Mesmo localizado no mesmo bairro, o batalhão demorou cerca de quarenta minutos para enviar uma viatura ao local.

Publicidade

Um dos leitores do Extra, que deu depoimento ao jornal, contou que escutou a gritaria da janela e que começou a gravar pouco depois que o menor havia sido pego pelos populares. Antes disso, ele estava tentando fugir. Testemunhas, a mulher que foi roubada e o próprio menor foram levados para delegacia, onde foram ouvidos.  #Investigação Criminal