A Miss Piauí 2011, Renata Lustosa, virou notícia nesta sexta-feira, 25, graças a um vídeo que caiu nas redes sociais. De acordo com informações da Globo.com, o conteúdo teria sido divulgado pela própria Renata através do Youtube e do Instagram. Ela acusa o ex-companheiro de tê-la agredido barbaramente. O nome dele, no entanto, não chega a ser revelado nas imagens que causaram indignação nas redes sociais. Nas imagens que tiveram grande quantidade de acessos em todo o país e não apenas no estado que a miss representou, a modelo aparece com sangramentos no nariz e marcas no pescoço, possivelmente, de tentativa de asfixia. Pelo menos é isso o que apontam os seguidores dela.

Publicidade
Publicidade

Nascida na cidade de Campo Maior, ela estaria morando agora na cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia. Nas imagens, a piauiense diz que seu ex-companheiro a bateu na frente do filho deles, que tem apenas dois anos de idade. Ainda no conteúdo, ela demonstra que outras agressões do tipo já foram feitas e garante que a agressão foi realizada por um motivo banal. Renata diz que uma mentira fez com que o casal brigasse e que o homem a agredisse. Ela ainda diz que os dois estavam errados na discussão, mas que não justificada seu companheiro a agredir brutalmente. Em seguida, ela conta que a agressão aconteceu na frente do seu filho e que o tal homem já a teria a ameaçado de morte.

A moça ainda diz que a Lei Maria da Penha é ineficaz e que esse rapaz seria um monstro. Ele teria dito que, caso fosse preso, assim que deixasse a penitenciária, iria atrás dela para tentar matar-la.

Publicidade

"Ele já prometeu um milhão de vezes, que vai vir para me matar", diz ela, que em seguida diz que já imaginou isso e que não duvida que ele seria capaz de tal proeza. Não se sabe ainda se houve a prestação de queixa sobre o #Crime.

Veja abaixo o vídeo que mostra o depoimento da miss Piauí logo depois de ter sido agredida pelo seu ex-companheiro. O que dizer do que esse homem está sendo acusado? Comente e compartilhe essa história com seus amigos.

#Investigação Criminal