Dez pessoas morreram na tarde desta terça-feira (1º), durante a missa alusiva ao Dia de Todos os Santos, na gruta Casa da Pedra, zona rural de Santa Maria do Tocantins (TO). Segundo informações da Secretaria de Saúde de Tocantins, uma parte da gruta desabou perto do meio dia. Além dos mortos, ao menos seis pessoas sofreram ferimentos.

A missa de Todos os Santos é uma celebração católica que ocorre há mais de 50 anos no local que é considerado de difícil acesso, distante dez quilômetros da sede do município. Os devotos vão ao local acender velas e rezar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não foi apurado nada sobre as possíveis causas do desabamento.

Publicidade
Publicidade

Na hora em que aconteceu a tragédia, não chovia. Os feridos foram encaminhados ao Hospital Regional de Pedro Afonso. Nenhum deles apresentava ferimentos graves, apenas dois precisaram ser encaminhados para Palmas em função da complexidade de fraturas.

Os trabalhos de resgate contaram com a participação do Corpo de Bombeiros de Colinas e equipes da Defesa Civil da capital Palmas, que foram deslocadas até o local para auxiliar no socorro.

Em entrevista ao portal UOL, o major Cássio de Souza Pedro, que integra o corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, informou que as primeiras análises do local dão conta que a gruta está situada  em uma área de pedras de arenito.  Segundo ele, as pedras não são maciças e dependendo do estado em que se encontram, somado ao volume de chuvas, elas podem se desfazer.

Publicidade

 Para o major, é possível que tenha havido uma grande infiltração de água na Casa de Pedra e a umidade pode ser um dos fatores que desencadeou o desabamento.

Ele declarou ainda que poderia ter acontecido uma tragédia maior e mais grave, pois além da região ser desconhecida para a maior parte dos bombeiros, havia cerca de 400 pessoas no local, porém, a maioria saiu da gruta assim que a missa terminou e algumas permaneceram para rezar. As vítimas moravam em Santa Maria, Itacajá e Pedro Afonso, região central de Tocantins.

A concentração de pessoas acontece todos os anos entre os dias 1º e 2 de novembro, durante as comemorações do Dia de Todos os Santos e Finados. Cerca de 50 pessoas estavam gruta na hora do desabamento. #Brasil #Religião #Morte