Residentes de uma mesma rua tiveram uma desavença e foram parar na delegacia de um bairro no município de Bauru. A discussão começou por conta de uma árvore e uma das mulheres envolvidas chegou a cair no chão depois de receber um golpe. Tudo foi registrado por câmeras de segurança instaladas em uma das moradias.

As imagens foram publicadas nas redes sociais de uma das envolvidas e obteve mais de 5.000 visualizações, além de comentários de pessoas que se diziam chocada com o ocorrido. Segundo ela, o motivo teria sido a folhagem de uma árvore, que acabou caindo na casa do vizinho idoso, que não gostou do ocorrido e jogou as folhas para a casa dela.

Publicidade
Publicidade

Os registros mostram um dos familiares do vizinho batendo em uma das mulheres que estava de blusa azul até o momento em que ela cai no chão.

O filho do idoso alegou à TV local afiliada da Rede globo, que quando chegou a sua casa encontrou seus pais machucados, e que eles afirmaram que sofreram agressões das duas vizinhas e do namorado de uma delas. Devido a isso ele foi tirar satisfações com as duas mulheres, mas logo uma rasgou sua roupa e tudo saiu do controle.

As duas famílias registraram boletim de ocorrência e terão de realizar exame de corpo de leito.

Repercussão

O filho dos idosos envolvido no caso contou que depois que as imagens foram divulgadas nas redes sociais a família tem sofrido ameaças. Também por conta disso, postou sua versão em sua página social na internet, na qual ele admite não estar certo, pois não há ninguém certo no meio de uma briga, mas que ele agiu depois de ver seus pais de mais de 60 anos amedrontados e com marcas de agressões.

Publicidade

Na publicação ele alega que derrubaram sei pai, puxaram os cabelos de sua mãe e chegaram até mesmo a pegar uma faca e jogar uma placa de metal sobre ele e seus pais quando chegou para conversar sobre o que tinha acontecido. O rapaz ainda explica que antes disso tudo eles tinham uma boa convivência com as vizinhas, que foram criados juntos, e que ela estava mal intencionada ao publicar apenas imagens de parte do ocorrido e não comentar o que ocorreu desde o início. Ele justifica também que não houve agressão à criança, conforme ela havia dito em sua publicação. O filho do idoso admite o erro, mas afirma não ser o monstro que estão dizendo que ele é.

#Investigação Criminal