Geralmente, os homens procuram por uma #Mulher boazinha, que fale pouco e acate tudo que eles determinem, mas uma #pesquisa recente mostrou que esse é um grande erro, pois as mulheres bravas são as melhores para você ter um relacionamento. Mulher que aceita tudo que o parceiro fala e nunca contesta, não é uma boa opção para quem procura ter um relacionamento sério e duradouro.

A pesquisa, feita nos Estados Unidos, mostrou que as mulheres que estão sempre brigando por alguma coisa é que são as melhores, enquanto que as "caladinhas" não são a companhia mais indicada. As "brigonas" são assim porque acreditam na relação e estão dispostas a lutar por ela, são mulheres que estão buscando a felicidade do casal.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário do que a grande maioria pensa, a mulher brigona está, na verdade, buscando o equilíbrio do relacionamento, enquanto que as ditas "mansinhas" não são tão empenhadas assim. Se você tem ao seu lado uma mulher que nunca se importa com o que você diz e o deixa livre para fazer o que bem entender, então é melhor tomar cuidado, porque essas não são tão confiáveis quanto as "nervosinhas".

A mulher boazinha se satisfaz com uma relação superficial e não se envolve afetivamente com seu parceiro. A mulher mais calma, não faz planos para o futuro ao lado do seu parceiro e quando cansam do homem que têm do lado, elas têm muito mais facilidade para romper os compromissos e ir buscar uma outra pessoa.

O homem que tem uma namorada ou companheira que seja nervosa, muito brava mesmo e por qualquer coisa está se irritando, então é melhor ele começar a valorizar a mulher que tem ao seu lado, porque tem alguém em que pode confiar, alguém que está disposta a fazer de tudo para que sejam felizes.

Publicidade

O problema é que nesses casos, os homens acabam ignorando o que a mulher nervosa fala, quando na verdade deveriam ouvi-la, pois quase sempre ela tem razão.

Se você é um dos sortudos que tem uma mulher nervosa do seu lado, talvez seja hora de ver o relacionamento com outros olhos, agradecer a sua companheira por ela ser assim e começar a valorizá-la. #Comportamento