Um caso diferente do que estamos acostumados nos noticiários do dia a dia, aconteceu no município de Sorriso, aproximadamente 400 quilômetros de Cuiabá (MT). Crianças foram apreendidas pela PM depois de roubarem uma casa. O que chama a atenção é o fato do maior dos infratores medir menos de 1,40 de altura. Segundo a vítima, de 23 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia, a mulher saiu de casa por apenas 48 horas, e, quando voltou para sua residência, na noite de sexta-feira, viu a janela da casa arrombada.

A jovem entrou em sua casa e notou que vários objetos de valor tinham sido furtados, como correntes de outro, pulseiras e até um celular.

Publicidade
Publicidade

A mulher ligou para a o 190 e uma viatura foi enviada ao local, quando os agentes chegaram na casa, ficaram surpresos com os fatos. Eles começaram a procurar os suspeitos que, logo em seguida, foram apreendidos com os objetos do #Crime e encaminhados para a Delegacia.

O sargento César, da PM da cidade de Sorriso, afirmou que um dos acusados de apenas 12 anos, tinha sido expulso de casa pela mãe, por não aguentar conviver com o os crimes que o filho vem praticando na região. Ainda, segundo o sargento, esse menino é o chefe da quadrilha, que recebeu o nome de “Quadrilha de Bebês”. Fazem parte da quadrilha quatro meninos, um de 7 anos, um de 9 anos e dois de 12 anos. O depoimento dos garotos foi acompanhado por dois Conselheiros Tutelares da cidade. Depois de prestarem os esclarecimentos, eles foram soltos.

Publicidade

A população da cidade ficou revoltada, o caso ganhou grande repercussão nas redes sociais. Diversas páginas de policiais publicaram a informação e os internautas ficaram abismados com a idade dos meninos.

“Que Brasil é esse? Que Mãe é essa? Levar uma boa surra de espada de São Jorge, e trabalhar não pode, porque vem o conselho tutelar e reprimem os pais. Mas roubar nessa idade já pode. Que lei ultrapassada, é uma vergonha para todos nós brasileiros”, comentou internauta Elvis Bueno.

Redução da maioridade penal

No Brasil, o tema vem sendo amplamente debatido nas redes sociais, depois que, em agosto de 2015, a câmara dos Deputados aprovou a redução da maioridade para crimes graves. A proposta reduz a maioridade de 18 para 16 anos em casos de crimes dolosos, lesão corporal seguida de morte e hediondos (latrocínio e estupro).

A PEC 171/93 foi enviada para o Senado e ainda não foi votada.

Deixe um comentário, sua opinião é importante para este site. #Menor de idade #Furto