O estilista e político Clodovil Hernandes morreu em 2009. O ex-deputado Federal, segundo A causa oficial do seu falecimento, teria sido vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) o popular derrame. No entanto, de acordo com um amigo pessoal de Clodovil, o apresentador e estilista Ronaldo Ésper, ele pode ter sido vítima de um assassinato. A revelação foi feita nesta quinta-feira, 10, durante a participação dele no matinal 'Hoje em Dia', exibido pela Rede Record de televisão. Quem também conversou com o estilista foi o site Natelinha. De acordo com informações da publicação, Ronaldo através de telefone repercutiu o comentário que fez durante o 'Hoje em Dia'.

Publicidade
Publicidade

Ao falar sobre a possibilidade de assassinato, Ronaldo acabou deixando o comunicador César Filho de boca aberta. Ao telefone, ele voltou a defender a tese, explicando o que já tinha falado também no programa do Gugu. Segundo ele, existem diversos indícios que provaram que Clodovil foi mesmo assinado. Ele disse que um político conhecido pode ter sido o autor do crime. Para fazer a dedução, uma das possibilidades apontadas pelo estilista é que um garoto de programa teria sido contratado para seduzir o ex deputado federal e depois assassiná-lo.

Um dos motivos para assassinar Clodovil, segundo Ésper seria um projeto de lei que ele queria passar na Câmara dos Deputados, que era justamente o de diminuir o número de parlamentares. E isso teria provocado grande polêmica em uma das casas mais importantes da política brasileira.

Publicidade

Ronaldo foi questionado pelo site Natelinha se teria medo de falar esse tipo de revelação na televisão. Ele revelou que não tem nenhum medo disso porque já até chamou o ministério público para tentar entender melhor as suspeitas dele.

Uma das empregadas de Clodovil teria sido testemunha de que o corpo dele teria sido removido e depois trazido novamente para à casa do apresentador. Essas seriam as provas de que algo estranho teria acontecido. Além disso, Ronaldo lembra que o crânio de Clodovil estava afundado. #Famosos