Nesta terça-feira, 29, uma notícia envolvendo o time da #Chapecoense acabou mexendo com todo o Brasil e causou também repercussão no mundo. Uma aeronave caiu na região de Medellín, na Colômbia, vitimando 71 pessoas. A empresa que levava os atletas, comissão técnica e 21 jornalistas é a Lamia. O nome oficialmente seria uma sigla - Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación - no entanto, o significado também pode ter vindo de um origem mitológica. Na América do Sul, em alguns países, a lenda da deusa Lamia é bastante forte.

O ser é uma mulher, que adora dar susto em crianças. Além disso, ela é chamada de devoradoras de homens e para alguns, até de almas. Lamia é descrita desde os tempos da mitologia grega, sendo pintada desde a forma de uma simples mulher, até seres horrorosos.

Publicidade
Publicidade

Sua primeira origem, no entanto, seria da Bulgária.

A revista Veja diz que a Lamia tem um passado suspeito, cercada de negócios mal feitos. A empresa de um avião só é uma parceria entre um empresário espanhol radicado na Venezuela, um magnata chinês que prospectava negócios na África e o governo venezuelano. O acordo que autorizou a empresa a realizar os voos foi realizado ainda na época em que Hugo Chavez estaria vivo. A má gestão faria com que hoje a empresa seja dona de apenas duas aeronaves. Ambas do modelo British-Aerospace BAE-Avro. Ela tem a capacidade de levar até 90 pessoas em cada viagem.

O fretamento da viagem que matou 71 pessoas custou R$ 500 mil e foi pago pela prefeitura de Chapecó, onde o time jogava. Este era o maior momento do clube de Santa Catarina, que disputaria com o Atlético de Medellín a final da copa Sulamericana.

Publicidade

O rival, através de um comunicado, diz que o título da competição deve ser dado por mérito, à Chapecoense. A Fifa disse que dará essa decisão apenas no dia 21 de dezembro.

A tragédia com a Chapecoense fez com que analistas considerem esse episódio como o pior do esporte mundial, além de ter vitimado mais jornalistas brasileiros na história. O país ficou de luto e na TV muitos choraram.