Na manhã de ontem, segunda-feira, um vídeo foi divulgado e gerou uma alta repercussão nas redes sociais. Nele aparecem cenas de uma quadrilha, conhecida por "Bonde do Tráfico", na favela chamada Morro da Boa Vista, na cidade de Niterói, localizada na zona norte do Rio, expondo armas militares grandes e pesadas.

Além da exposição do armamento com o dia claro e, provavelmente com outras pessoas assistindo a cena, pode-se ouvir o funk ao fundo. Em tom de deboche e fazendo gestos vulgares e sórdidos, os traficantes humilhavam e ironizavam as autoridades do Governo do Estado do Rio de Janeiro, dizendo coisas como "Pra formar com os bandidos de Niterói...

Publicidade
Publicidade

É a facção organizado passando a mão na b*%# do Estado!" - o vídeo, depois de ser amplamente divulgado e objeto de crítica dos mais diferentes segmentos de público, foi enviado aos órgãos responsáveis e a outros meios de comunicação, como jornais, por exemplo, na intenção de que seja instaurado um inquérito para uma investigação da gravação e posterior captura dos suspeitos envolvidos no vídeo.

Casos como esse, infelizmente, acontecem a todo instante no Brasil. Criminosos ostentando pistolas, granadas, fuzis e até mesmo lança mísseis, são exibidos na internet para mostrar força, impor respeito e ameaçar os inimigos. Vídeos assim como esse, são gravados e revelam a certeza da impunidade no Brasil. Tomando somente os anos de 2015 e 2016 como base, vários casos como esse já foram relatados.

Publicidade

Indivíduos postando na internet admitindo que são traficantes, exibindo #armas, drogas e muito luxo, sempre rindo e debochando da Polícia, sem o menor medo.

O coordenador do Disque-Denúncia, Zeca Borges, disse em um acontecimento idêntico à esse, recentemente: "Tratam-se de armas militares, de guerra. A ostentação desses produtos, de colares de ouro, de joias, roupas caras e muito luxo, trazem à juventude um falso encanto, extremamente pesado e perigoso. Isso deve ser extinto de qualquer maneira. A maioria desses traficantes já têm mandado de prisão nas costas e já são procurados pela Polícia Civil. Alguns deles, inclusive, estão na lista dos mais procurados e de repente aparecem assim, de cara limpa e lavada num vídeo que circula para todos os telespectadores assistirem."

#Granadas #Fuzis