Desespero, dor e comoção marcam a manhã de todo o Brasil com a confirmação da queda do avião que levava o time da #Chapecoense, que seguia para Colômbia para disputar a primeira partida da final da Copa Sul Americana. Foram confirmadas 75 mortes e 5 sobreviventes

De acordo com o portal de notícias online G1, além dos jogadores, estavam a bordo do avião jornalistas esportivos brasileiros e nove tripulantes. O acidente aconteceu na madrugada desta terça-feira (29), a queda da aeronave aconteceu a aproximadamente a 30 km do Aeroporto Internacional José Maria Cordova, de Medellín.

Queda do avião com o time da Chapecoense choca o mundo esportivo

O avião partiu de Santa Cruz de La Sierra na Bolívia, com destino a Medelin.

Publicidade
Publicidade

As primeiras informações apontam que a aeronave sofreu uma pane elétrica em meu ao mal tempo na região do acidente.

A aeronave levava 81 passageiros, 48 pessoas da que compunham a equipe da Chapecoense, 21 jornalistas, três convidados e 9 tripulantes.

De acordo com o comandante da Polícia Nacional da Colômbia, Jose Gerardo Acevedo, informou que, seis pessoas foram retiradas com vida do avião, mas infelizmente uma morreu a caminho do hospital. Entre os sobreviventes estão, uma comissária de bordo, um jornalista e três jogadores da Chapecoense.

Os sobreviventes são: os jogadores Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, goleiro titular, Jackson Follman, de 21 anos, goleiro reserva, Alan Ruschel, de 27 anos, lateral esquerdo, Ximena Suárez Otterburg, comissária de bordo, Rafael Henzel, jornalista de Chapecó.

Publicidade

Acaba de chegar a informação que o zagueiro Neto também foi resgatado com vida, porém ainda não foi oficialmente confirmado.

Veja a lista de mortos: Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Jogadores de todo mundo se comovem com a tragédia

Jogadores do mundo inteiro prestam homenagem aos mortos no acidente. A imprensa internacional também faz a cobertura especial sobre a queda do avião dom o time da chapecoense. O time e a comissão técnica do Barcelona, fizeram um minuto de silêncio em respeito as vítimas da queda do avião. #lutoChape #Acidente aéreo #Futebol