Muita tristeza marca esta terça-feira (29). O avião que levava o time de futebol e demais integrantes da Chapecoense caiu na Colômbia. De acordo com dados da Polícia de Antioquia, morreram setenta e cinco pessoas e somente seis sobreviveram. O goleiro do time, Danilo, foi encontrado com vida, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, logo depois de ser resgatado. O time da Chape estava viajando para Medellín para disputar o primeiro jogo pela final da Copa Sul-Americana contra a equipe do Atlético Nacional. Muita dor e tristeza envolveram a todos e há uma consternação geral na mídia não só do Brasil, mas do mundo.

O Atlético Mineiro realizaria um jogo contra o time da #Chapecoense neste domingo (4), pelo Campeonato Brasileiro de #Futebol, mas o jogo foi adiado pela CBF.

Publicidade
Publicidade

Eles não sabem como ficará a situação devido à perda dos jogadores do time da Chape. Os atletas do Galo não conseguiram treinar no dia de hoje. O clube alvinegro se solidarizou na mídia com o acontecido e postou sua homenagem com mensagens ao clube chapecoense.

O avião

O modelo da aeronave era o Avro Regional Jet 85, com matrícula CP-2933 e fabricado pela British Aerospace, da companhia Lamia. Ele levava oitenta e uma pessoas.

O tempo

O tempo não facilitou o resgate dos corpos das vítimas, pois a temperatura era muito baixa (5ºC) na madrugada. A área do acidente não é de fácil localização, já que é uma área montanhosa. De acordo com fontes locais, o avião ficou incomunicável às 21h39 e perdeu o controle no horário de 22h15.

A comoção mundial

A repercussão da #Tragédia foi de âmbito mundial.

Publicidade

A dor, a tristeza e a solidariedade atingiram a todos. Autoridades do mundo futebolístico e atletas de todas as partes do planeta se manifestaram em apoio ao clube e às famílias das vítimas. A imprensa mundial noticiou o desastre. A BBC informou: "imagens deixam á mostra o emblema da Chapecoense". A Sky News: "dá a impressão que a aeronave se rompeu em três". A TV5 Monde: "fatalidade com jogadores do Brasil, #Chapecoense.”. A TV Popular da Argentina: "sobreviventes da tragédia, cinco". Outros jornais também repercutiram a tragédia, como o El País, O Sportpt, Marca, e o Fox Sports.

Atletas de todos os países mostraram apoio às vítimas e familiares da Chape. Neymar publicou um post com a hastag #ForçaChape. Rooney escreveu: "um dia muito triste, todos com os @chapecoenses Real". O jogador Casemiro disse estar orando para que encontrem outras pessoas vivas. Muitas outras demonstrações de sentimentos e pesar invadiram a rede social, enviadas por Sérgio Ramos, Gilberto Silva, Lucas Piazon, Ronaldinho Gaúcho, Cacá e outros.

Os jogos

Todos os jogos do Campeonato Brasileiro de Futebol e da Copa do Brasil foram adiados, pela CBF, até segunda ordem. Não há clima para que se realizem as partidas, pois todos estão abalados com a tragédia.