Na tarde de segunda-feira, 28, quando ainda estavam no primeiro avião, no Brasil, os jogadores da #Chapecoense gravaram um vídeo mostrando bastante felicidade. O registro foi feito dentro de uma aeronave, que não é a mesma que caiu na madrugada desta terça-feira, 29, na região de Medelín, na Colômbia. Nas imagens, um dos jogadores comemora o início da viagem e brinca com o fato do trajeto. O time do Sul do Brasil disputaria na Colômbia a final da copa Sulamericana, maior fato de toda a sua existência. De acordo com o site 'Diário Registrado', este seria o último vídeo feito antes da fatalidade, que levou 75 vítimas.

Inicialmente, eram seis os sobreviventes, mas o goleiro da Chapecoense acabou não sobrevivendo.

Publicidade
Publicidade

O último resgatado foi o jogador Neto, que segundo informações da Rede Globo de Televisão, estaria em estado crítico. Ao todo, 81 pessoas estavam na aeronave. Nove delas eram tripulantes. Uma aeromoça e o piloto teriam sobrevivo. 21 jornalistas também estavam no voo. Um deles, de uma rádio de Chapecó, apenas ficou ferido. Ainda não se sabe ao certo o que teria feito o avião cair, mas extraoficialmente fala-se em pane elétrica. Um especialista, durante o programa 'Encontro com Fátima Bernardes', entretanto, alerta que é provável que outra coisa tenha ocorrido, já que normalmente isso não seria suficiente para derrubar o avião.

A Fifa acabou cancelando também a final da Copa do Brasil desta quarta-feira, 30. Ela ficou agendada para a próxima quarta-feira, 07 de dezembro. Times de todo o mundo, como o Benfica, de Portugal, prestaram homenagens à equipe de Chapecó.

Publicidade

A cidade do Sul do Brasil está em comoção. Milhares de pessoas estão indo para a arena da região. Elas dividem suas homenagens entre muito choro e cânticos ao clube e aos jogadores mortos. O presidente do Brasil, Michel Temer, do PMDB, decretou três dias oficiais de luto.

Veja abaixo o vídeo que mostra o que seria o último registro dos jogadores brasileiros. Não esqueça de comentar e compartilhar esta reportagem.

#Tragédia