Aldevanir Alves, de 23 anos, estudante de enfermagem na Universidade Federal do Acre, morreu logo após saltar de uma ponte em um açude, na Vila Pentecostes, zona rural de Cruzeiro do Sul, no domingo (27).

Acompanhado de seu irmão e um amigo, o jovem decidiu aproveitar o dia para ir até o açude pescar, mas após almoçar o estudante saltou da ponte para nadar. Ainda na água ele começou a pedir por ajuda e dizia que estava passando mal. Com a ajuda de seu irmão e de seu amigo, o jovem conseguiu sair do açude, mas acabou não resistindo.

Irmão relata momentos antes da morte do universitário

Em entrevista ao site de notícias G1, o jovem, ainda emocionado, relata os fatos: "Foi uma tragédia.

Publicidade
Publicidade

Estávamos na colônia de um amigo em um dia de lazer. Tomávamos banho e pescávamos. Depois do almoço, decidimos gravar vídeo pulando mortal. Meu irmão pulou e quando saiu disse que estava sem ar. Eu e um amigo o ajudamos a subir na ponte".

Ele disse ainda que após sair do açude seu estado piorou: "Ele travou a boca. Tivemos que fazer força para abrir e fazer os primeiros socorros. Fizemos respiração boca a boca e massagem cardíaca. Depois ele parou de respirar".

Socorro

Vendo o estado grave que Aldevanir se encontrava, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e chegou meia hora após o acidente. Segundo o irmão, tentativas para reanimar a vítima foram feitas, mas não tiveram êxito.

O médico legista que fez a necropsia, doutor Marcelo Lima, esclarece que o jovem não morreu devido ao salto mas sim devido a uma broncoaspiração de suco gástrico.

Publicidade

Broncoaspiração

Broncoaspiração nada mais é do que aspiração de conteúdo gástrico ou corpo estranho na árvore traqueobrônquica. No caso do estudante, é possível que no momento do mergulho ele tenha tido um refluxo e entrou para seu pulmão.

Mas esse não é a único fato que pode causar a broncoaspiração. Segundo o site Medifoco, as causas podem ser variadas como: trauma craniano, crise convulsiva, acidente vascular cerebral, traqueostomia, tumor de laringe, faringe ou esôfago, álcool, anestesia geral, sedativos, hérnia de hiato, doença do refluxo gastroesofágico, acalasia, estenose esofágica, disfagia, gastrostomia ou nutrição enteral. #Morte