Nesta sexta-feira, 25, o site 'Revolta Brasil' repercutiu imagens que estão sendo divulgadas no Facebook. As imagens mostram o momento em que um criminoso chega à cadeia. De acordo com o site, ele seria um estuprador, mas nossa reportagem não conseguiu identificar quem seria o homem que acabara de adentrar na cela de um presídio brasileiro, que estava mega logada. Em um espaço menor do que quatro metros quadrados, estão mais de dez homens. Eles praticaram os mais diversos crimes. Não se sabe ao certo quando as imagens foram gravadas, mas elas estão gerando muita polêmica nas redes sociais.

O meliante, que tem o cabelo pintado de loiro, começa a apanhar de um homem de blusa preta.

Publicidade
Publicidade

Ele está irado, ao saber que o tal criminoso teria estuprado uma criança. Em presídios, existe uma lei interna de que esse #Crime é o mais absurdo de todos. Por conta disso, na maioria das instituições, existem as alas voltadas exclusivamente aos estupradores. Isso porque existe o risco não apenas do criminoso preso apanhar, como pode ser visto no vídeo disposto ao final dessa reportagem, mas também morrer ou ser abusado sexualmente. Muitos meliantes acabam sendo chamado de "mulheres", pois servem para práticas sexuais com outros presos. Alguns adquirem doenças e padecem delas. Uma delas é a Aids, já que não há preservativos nesse tipo de local.

O criminoso desse vídeo apanha muito. Diversos meliantes, não se sabe como, estão com celulares na prisão. Eles filmam tudo e comemoram o que está a acontecer na cela.

Publicidade

Curiosamente, além dos aparelhos, esses precisam ser carregados, ou seja, tem tomada dentro da cela? O suposto estuprador é jogado no chão e pisoteado. Ele é realmente muito humilhado pelos companheiros, que mandam jogar água nele. Acredita-se que seja água fervendo. Não se sabe se o homem sobreviveu ao espancamento, mas essa ação reflete bem as condições das cadeias brasileiras.

Veja abaixo o vídeo que está dando o que falar na internet. Alertamos que o conteúdo é bastante forte. Não esqueça de comentar e compartilhar esse conteúdo.