Uma adolescente de 16 anos foi até a Delegacia Judiciária Civil, na cidade de Sorriso, cerca de 380 km de Cuiabá (MT), na manhã de quarta-feira (21), para denunciar o próprio #Pai, que, segundo a jovem, deixava tanto ela quanto suas irmãs presas dentro de casa quando ele saia para o seu trabalho. Ainda de acordo com a garota, ela disse que o seu pai é muito ciumento e a proíbe de se relacionar com o seu namorado.

Ao ficar sabendo que a sua filha tinha feito um Boletim de Ocorrência contra ele, o homem, identificado como as iniciais, J. A. O., de 42 anos, ficou furioso. Segundo informações repassadas pela polícia, o acusado começou a espancar a sua filha, puxando seus cabelos, em seguida batendo a cabeça da vítima na parede.

Publicidade
Publicidade

O mesmo rasgou o Boletim de Ocorrência. Como se não bastasse, mandou a jovem voltar até a delegacia para retirar a queixa feita contra ele. No entanto, a jovem voltou até a delegacia e relatou aos policiais que tinha sido espancada pelo pai e que o mesmo tinha a obrigado a retirar a queixa feita sobre ele.

A jovem foi questionada se havia alguma arma de fogo na residência. Em reposta, ela disse que sim. Diante da situação, uma viatura da polícia se deslocou até a residência do acusado. Ele foi preso pelos policiais e enquadrando na lei “Maria da Penha”. Ao ser questionado sobre a arma de fogo em sua casa, o mesmo relatou que tinha dado para o seu vizinho, identificado com as inicias, S. D., de 42 anos, guardar. Os policiais foram até a residência do vizinho e o levaram junto com o pai da jovem para a Delegacia de Polícia Civil.

Publicidade

Já na delegacia, o acusado prestou o seu depoimento.

A polícia não soube informar se o pai da jovem e o seu vizinho vão ficar presos ou vão se liberados. A arma foi apreendida pela polícia. Em um comentário em um portal de mídia local, uma pessoa que se diz ser bem próxima do homem relatou que o acusado é uma pessoa trabalhadora e honesta.

Veja o seu relato

“Sou alguém próximo a família conheço bem esse pai de família, uma pessoa trabalhadora honesta, que lutou muito pra conseguir criar os seus filhos, principalmente essa adolescente que não tem vergonha na cara fazer isso com o pai. Essa adolescente não tem jeito mais virou uma qualquer só dá trabalho pros pais o jeito é coloca lá pra fora se em casa não ta bom a vida vai ensinar, só tenho a dizer que esse pai é um coitado [sic]". #Investigação Criminal #Casos de polícia