Neste fim de semana, o zagueiro Hélio Hermito Zampier, mais conhecido como Neto, acordou. De acordo com o site 'Gospel Mais', mesmo não sabendo da tragédia que envolveu o seu time, a #Chapecoense, o atleta apenas fala em Deus. A informação de que ele não saberia da tragédia envolvendo da LAMIA, que caiu a apenas 38 Km do aeroporto, na cidade de Medellín, na Colômbia, foi dada pelo 'Jornal Nacional', da Rede Globo de Televisão. Um médico do time de Santa Catarina contou que essa foi uma recomendação de uma psicóloga, que disse que, ao contar uma notícia tão ruim, como foi o que aconteceu com os amigos do jogador, isso poderia atrapalhar na recuperação dele.

Publicidade
Publicidade

Neto foi o último resgatado do acidente da Chapecoense. Ele foi encontrado em situação gravíssima. Seu estado de saúde, agora, é considerado delicadíssimo, mas teve uma melhora. Apesar de respirar por aparelhos, eles já consegue se comunicar. No entanto, recebe atenção muito intensa dos profissionais de saúde. Eles dizem que os próximos dias serão cruciais. O amigo do atleta, Alan Ruschel, por exemplo, teve recuperação rápida e deve ser liberado do hospital colombiano até amanhã. Uma aeronave especializada deve transferir o esportista nas próximas horas.

O site Golpe Mais entrevistou amigos e familiares dos jogadores, que confirmaram que ele dedica à sua via ao evangelho. O apresentador Roberto Cabrini, por exemplo, ao gravar uma reportagem no local da tragédia, encontrou uma bíblia por lá.

Publicidade

Ela estava aberta no salmo 93, que fala da entrega das almas a Deus. Cabrini decidiu entregar o objeto de volta à mulher do esportista, que é da igreja evangélica Batista.

Uma comerciante de Chapecó, em entrevista ao 'Gospel Mais', disse que o jogador é alguém presente como pai e marido e um divulgador do Evangelho. Ela explicou que ele tem filhos gêmeos, que adoram os produtos da região.

Na sua opinião, a crença no todo poderoso pode ter ajudado Neto a se livrar da tragédia? Deixe o seu comentário. Sua opinião é importante para todos nós.