Nesta quarta-feira, 7, o jogador Alan Ruschel surpreendeu a todos. Em um vídeo divulgado pelo perfil oficial do SporTV, o lateral da Chapecoense mostra o quanto melhorou. Ele foi o primeiro atleta salvo na tragédia envolvendo um avião da LAMIA. A aeronave caiu no dia 29, na região de Medellín, na Colômbia. 71 pessoas morreram. Além de Alan, outras cinco pessoas estão entre os vivos. Nas imagens, além de estar bem ativo, com os olhos abertos, o que já seria um bom sinal, o atleta dá os seus primeiros passos. A recuperação dele tem chamado a atenção de médicos, já que a tragédia aconteceu há apenas dez dias.

Alan Ruschel fez a sua caminhada ao lado de um profissional do clube que defende.

Publicidade
Publicidade

Antes, ele já havia falado em milagre. O jogador até se escora em seu companheiro de time, mas nem parece ter tanta necessidade. A caminhada dura muito pouco, a fim de não cansar muito Alan, que ainda está em fase de recuperação. Após ir de uma sala a outra, ele sentou-se e fez um discurso. A fala do jogador foi direcionada não apenas aos torcedores da #Chapecoense, mas a todos os brasileiros e até ao mundo. Isso porque a queda do avião da LAMIA teve repercussão planetária, já que a tragédia é considerada a pior do esporte, em todos os tempos.

Segundo Ruschel, ele está muito bem e logo estará de volta ao Brasil. O vídeo dele caminhando teve quase um milhão de visualizações. Veja a seguir alguns comentários sobre a recuperação do esportista. "Que Deus te deu uma nova chance na vida é porque ele tem algo maravilhoso para você e muito mais, tem algo que ele espera de você.

Publicidade

Sua missão e de seus companheiros na terra está só começando", disse uma internauta.

"Que Deus continue a te abençoar. Você é a prova viva de que Deus existe. Força, brevemente você estará de volta aos braços de seus familiares. Deus tem um propósito em sua vida e por isso tem te ajudado muito", emendou mais um que acredita na força divina em momentos difíceis.

Veja abaixo o vídeo que mostra o jogador da Chapecoense dando os primeiro passos no hospital, na Colômbia.