Um assalto terminou muito mal para um dos bandidos na cidade de Juatuba, em Minas Gerais. Ele e o comparsa entravam em uma lotérica e pretendiam arrancar de lá muito dinheiro. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra como tudo aconteceu. As imagens podem ser consideradas fortes por algumas pessoas. A situação policial acabou de maneira bem ruim para um dos criminosos. Tudo começou quando a dupla entrou na lotérica da cidade. O primeiro homem que entra no estabelecimento é justamente o que depois será morto pelo comparsa. Ele aparece com uma arma em sua mão e aponta para os demais, que estão na lotérica.

Segundo informações da imprensa local, o vídeo está em poder da inteligência da polícia local.

Publicidade
Publicidade

Além da dupla, outros bandidos formariam uma quadrilha que ajudou a realizar o assalto. A sequência deixa claro que os clientes do local ficaram em pânico. É nesse instante que o segundo homem entra no estabelecimento para fazer o assalto. Ele age com mais violência que o colega de #Crime. Ao tentar quebrar o vidro de um guichê, ele acaba disparando acidentalmente o revólver que carrega. O tiro é claramente disparado no comparsa, que acusa a dor na barriga ao se abaixar. As pessoas que estavam tentando sair do local correm desesperadas, enquanto o bandido, com um blusão preto, vai saindo já sem forças para o lado de fora.

O corpo dele acabou ficando estendido na calçada, já que o tiro acabou sendo fatal. O amigo do comparsa, após roubar o dinheiro e ver o amigo debilitado, não pensou duas vezes, deixou ele padecendo no chão e foi embora.

Publicidade

O assalto ocorreu no dia 20. Não há informações sobre o que aconteceu com o bandido fujão. O morto já teria sido enterrado pelos seus familiares. Os outros homens estão sendo procurados.

Veja abaixo o vídeo que mostra o assalto em uma lotérica, no qual o ladrão desastrado acabou atirando sem querer em seu colega do crime. Na sua opinião, o comparsa merecia tal triste fim? Não esqueça de deixar o seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós.

#Investigação Criminal