Na noite desta última quarta-feira (30), o traficante Carlos José da Silva Fernandes, também conhecido como Arafat, foi preso na Avenida Brasil, na altura de Acari, Rio de Janeiro. Ele vinha sendo procurado pela polícia desde novembro do ano passado, quando o Portal dos Procurados chegou a oferecer o valor de dez mil reais para quem tivesse informações sobre o criminoso. Surpreendentemente a captura aconteceu por acaso quando os policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais faziam uma blitz na via. O bandido que dirigia uma picape foi instruído pelos policiais a parar e acabou sendo reconhecido. Ele estava indo pela Avenida Brasil até a Pedreira, quando a abordagem aconteceu.

Publicidade
Publicidade

Na tentativa de não ser detido ele chegou a oferecer aos oficiais uma propina no valor de meio milhão de reais, mas não conseguiu concretizar o ato de corrupção. Ao contrário, ele foi levado até a Cidade da Polícia onde foi registrada ocorrência e efetuada a sua prisão.

Inicialmente, o Portal dos Procurados oferecia para obter informações do traficante apenas mil reais e teria aumentado a quantia ano passado para conseguir prender mais rapidamente o criminoso, mas não havia tido sucesso até agora. A primeira prisão de Arafat aconteceu em 2004, ele foi acusado de homicídio depois de matar dois traficantes rivais e policiais na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ficou preso por quatro anos quando ganhou o beneficio de ficar em regime semiaberto, e em uma visita domiciliar acabou escapando da polícia.

Publicidade

Ele voltou a ser detido em 2010, quando a Polícia Civil conseguiu novamente localizá-lo. A história se repetiu quando em outubro de 2012 ele recebeu mais uma vez o benefício de apenas dormir na cadeia e acabou escapando novamente. O traficante estava desaparecido desde então e vinha sendo procurado pela polícia. Além de comandar o tráfico na Favela da Boa Vista, ele tem em sua ficha criminal roubo de cargas. Seu último #Crime de roubo aconteceu em uma reforma para ampliar o Elevado do Joá, ele teria abordado o caminhão de explosivos que seriam usados na obra em setembro do ano passado. Em novembro os objetos explosivos foram encontrados na Favela da Boa Vista. Agora mais uma vez preso ele ficará a disposição da justiça. #Investigação Criminal