Na madrugada desta quinta-feira, 22, um cliente ficou muito revoltado ao chegar a um prostíbulo na cidade de Jaboticabal, no interior de São Paulo. Ao chegar ao local, o homem identificado como William Roberto Ferreira Costa, de vinte e sete anos, encontrou sua garota de programa favorita com outro homem. Ela não quis abandonar este senhor, pois ele seria um empresário rico, além de um cliente mais antigo da casa em que se vende o corpo de mulheres para relações íntimas. Revoltado, William sacou uma arma e atirou para todos os lados. Seis pessoas foram mortas devido ao ciúmes do rapaz. Ao final desta reportagem, o leitor pode acompanhar um vídeo sobre o #Crime.

Publicidade
Publicidade

As imagens exibem uma reportagem exibida nesta manhã por uma afiliada da TV Globo na região.

O principal motivo do crime foi que a prostituta, não identificada, negou-se a fazer o programa com William. Após fazer suas seis vítimas, uma delas a garota de programa que ele supostamente "amava", o atirador saiu correndo. Ele está foragido e é procurado por investigadores, que tem trabalho ao tentar identificar possíveis testemunhas que possam ajudar na elucidação desse crime. Um boletim de ocorrência foi feito por uma pessoa que decidiu denunciar a situação. De acordo com uma reportagem da Revista Veja, nele estão registrados as mortes de seus pessoas. Além da dona da casa de prostituição, a neta dela, que trabalhava servindo bebidas aos homens também foi morta.

Outro funcionário da casa noturna também foi assassinado, assim com o cliente que estava com a prostituta favorita de William.

Publicidade

Uma colega da morta, que também era garota de programa, infelizmente, acabou tendo o mesmo fim. De acordo com a polícia, William, após receber o não da prostituta, saiu do local, entrou em seu carro e pegou uma arma. Ele então começou a atirar em todos. Com isso, fez as seis vítimas. Após o tiroteio, ele fugiu a pé do local. Acredita-se que o caminho usado tenha sido um canavial na região. O carro dele continua estacionado à frente do prostíbulo.

Veja abaixo o vídeo que mostra uma reportagem sobre o caso que aconteceu na cidade de São Paulo:

#Investigação Criminal