Por vários anos, a #Igreja Batista da #lagoinha tem colocado em prática técnicas que tem levado muitos jovens para a igreja. Jovens desviados do evangelho e também aqueles que nunca frequentaram uma igreja.

Muitas das vezes a liderança dos jovens evangélicos tem usado técnicas de irem em shows do meio secular para poder pregar o evangelho na saída de cada show e até mesmo na entrada.

O que tem tirado o sono da liderança da igreja da Lagoinha são as famosas modinhas, criadas pelos jovens evangélicos, onde tem sido um sucesso em todas as igrejas.

"Bate cabeça gospel" é a nova moda que os adolescentes tem adotado, um estilo de dança muito sensual.

Publicidade
Publicidade

Esses adolescentes tem envergonhado o segmento religioso e até mesmo os seus líderes. A nova moda "Bate cabeça gospel" é feita com um som de #Funk no fundo e as meninas ficam rebolando e se agachando como se fosse uma forma de "acasalamento".

A forma da dança acaba mostrando ser uma coisa super natural, que isso já virou algo habitual e acaba insultando os preceitos religiosos da cultura neo-pentecostal.

Por muitos anos, os cristãos tem sido exemplos nas comunidades que habitam, e até mesmo nas comunidades vizinhas. O cenário tem mudado um pouco, tem acontecido coisas inusitadas, como pastor rasgar as folhas da bíblia e ficar comendo.

As danças e músicas que não eram aceitas, agora já são, e isso tem envergonhado o evangelho e muitos tem se perguntado até quando isso vai continuar.

Hoje em dia, já é comum que muitas garotas que foram criadas no evangelho aparecerem grávidas, mesmo sem casar antes.

Publicidade

Outra coisa que tem abalado o mundo evangélico foi o que aconteceu nessa última sexta- feria (16), quando o pastor Silas Malafaia esta sendo investigado pela Polícia Federal por suposto crime de lavagem de dinheiro e tem até envolvimento de uma organização criminosa muito poderosa.

Malafaia usou seu Twitter e seus sites Gospel para poder se defender, mostrando que isso é uma vergonha e uma armação contra ele. A sua assessoria de imprensa já entrou em contato com a Polícia Federal para que esse mal entendido fosse resolvido da melhor maneira possível.