Trabalhar nas ruas pode fazer com que as pessoas lidem com muitos perigos. A falta de segurança, especialmente nas grandes cidades, é notória. Prova disso pode ser vista em um vídeo não datado, mas que mostra a ação de um criminoso. A cena, que pode ser vista ao final dessa reportagem, é bastante forte. A sequência mostra um #Crime, que acabaria gravado por câmeras de segurança do próprio estabelecimento. A loja seria assaltada por um homem, que chega utilizando uma motocicleta, como se fosse apenas mias um cliente. Mesmo tendo a atenção de um funcionário durante o roubo, o bandido decide dar um tiro nele, quando esse se vira de lado.

O inacreditável acontece e o rapaz sobrevive ao tiro dado em uma região vital, a cabeça.

Publicidade
Publicidade

Dá para ver o momento em que a bala bate no rosto do rapaz e retira um pouco da pele dele, fazendo com que ele sangrasse muito. Até onde se sabe, o tiro não causou sequelas no rapaz, que não teve o nome identificado. O funcionário não só sobreviveu, como conseguiu estancar o sangue que escorria pelo o seu rosto. A hipótese mais provável é que tenha sido mais um assalto e que, neste dia, o criminoso não estava de bom humor. No entanto, a investigação ainda leva em conta a possibilidade de crime encomendado, já que o bandido tem uma forma muito fria de agir.

As imagens da câmera de segurança já estão sob o poder da justiça. O funcionário havia acabado de chegar ao estabelecimento, naquilo que acreditava ser mais um dia comum de trabalho. Acredita-se que o bandido, que aparece segundos depois, estava apenas esperando o homem chegar para dar um tiro nele.

Publicidade

Ele espera o rapaz assumir o posto e em menos de trinta segundos anuncia o assalto. O criminoso finge perguntar algumas informações para o funcionário, até que anuncia o crime e dá o tiro.

Veja abaixo o vídeo que mostra o homem levando um tiro em pleno rosto. Alertamos que o conteúdo abaixo pode ser considerado forte para muitas pessoas. O que meliantes, como o que aparece nas imagens abaixo, merece da sociedade? Deixe o seu comentário. A sua opinião é muito importante para nós.

#Investigação Criminal