Médicos de todo o Brasil ficaram desesperados, pois uma nova doença surgiu na Bahia e apresenta aspectos realmente assustadores. Apenas na capital da Bahia, Salvador, onze pessoas apareceram em hospitais públicos com os mesmos sintomas: dores pelo corpo e eliminação de urina preta. O surto, segundo especialistas, pode estar associado ao consumo de peixe no litoral do estado. A urina preta, geralmente, está ligada a problemas no fígado ou ao sangue diluído do líquido que será eliminado. O caso começou a surgir envolvendo pessoas da mesma família, o que fez médicos acreditarem que a transmissão do vírus fosse por via oral. No entanto, essa possibilidade, aos poucos, foi descartada, pois outras pessoas, que não tinham nenhuma relação com os primeiros doentes, apareceram com os mesmos sintomas.

Publicidade
Publicidade

Alguns com o quadro bem agravado. Por sorte, todos eles já foram liberados.

O vilão da doença misteriosa pode ser o peixe conhecido pelo nome de olho de boi ou arabiana. Todos os doentes comeram a iguaria antes de passar mal. No entanto, o consumo aconteceu em locais diferentes. Exames estão sendo feitos e coleta de materiais também. Por enquanto, no entanto, os infectologistas ainda veem a doença como infectologista. A sesab, que é a Secretaria de #Saúde da Bahia, já até soltou um comunicado em que fala sobre a doença. Ela diz que os atendimentos aconteceram durante os dias 02 e 10, o que leva a crer que o surto tenha dado um tempo. As dores iniciais seriam na coluna e na região do trapézio. Panturrilhas e coxas também seriam afetadas. Além do consumo de carne, a secretaria indica que a transmissão pode acontecer através de gotículas.

Publicidade

Boataria

Em entrevista ao site da Revista Veja, o professor da Universidade Federal local, Gúbio Soares, disse que o resultado dos primeiros exames deve sair no ano que vem. No entanto, o medo da doença ficou tão grande que as pessoas já falam para evitar se consumir o peixe através de aplicativos. Pelo WhatsApp, muitos boatos acabam sendo disseminados.