Nesta quarta-feira, 30, aconteceria o primeiro jogo da grande final da Copa Sulamericana. O Atlético de Medellín lutaria em campo contra a #Chapecoense. No entanto, esse jogo não foi possível de ocorrer, graças à uma tragédia aérea, que vitimou 71 pessoas. Em Medellín, no estádio que receberia a partida, 45 mil pessoas lotaram o espaço com uma homenagem histórica. Vestindo roupas brancas e utilizando as luzes de seus celulares, milhares gritavam a música que a Chapecó costuma ouvir nos gramados. "Vamos, vamos Chape", diziam os torcedores emocionados.

Além do povo, o estádio viu autoridades e o hasteamento da bandeira do time que viu seus membros falecerem.

Publicidade
Publicidade

Além de jogadores e comissão técnica, o avião que caiu a 38 Km do aeroporto levava 21 jornalistas. Um deles sobreviveu. Ao todo, seis pessoas da tragédia estão vivas. Quatro delas estão em estado ainda grave, mas demonstrando certa evolução.

Na cerimônia, quem marcou presença foi o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, do PSDB. Ele chorou ao falar dos mortos brasileiros e agradeceu pela homenagem feita em campo. A milhares de quilômetros dali, na cidade de Chapecó, no estado de Santa Catarina, um gesto parecido tomava conta da Arena Condá. Torcedores estão na região em vigília desde que ficaram sabendo da tragédia que vitimou seus jogadores.

Familiares também estiveram no local, além de amigos pessoais. Todos receberam as forças dos presentes. Um vídeo exibiu os nomes das vítimas da tragédia, o que levou ainda mais comoção ao espaço.

Publicidade

A previsão é que já na sexta-feira, 02, a arena seja palco do velório. Autoridades preveem que pelo menos sessenta corpos sejam velados ali. Da arena, eles seguirão para às suas famílias. O enterro será a critério de cada uma delas.

O Atlético de Medellín disse em comunicado enviado à Fifa que considerava a Chapecoense a campeã da copa Sulamericana. A entidade dará essa resposta no dia 21 de dezembro.

Veja abaixo o vídeo que mostra homenagens que foram feitas em diversos pontos à Chapecoense: