Na noite desta terça-feira, 13, o 'Cidade Alerta', da TV Record, mostrou um caso absurdo que aconteceu em uma cidade do Distrito Federal (DF). Marcelo Rezende chamou uma reportagem sobre um menino de dez anos, que ao que tudo indica, estava completamente bêbado. Tudo começa quando dois policiais, que estavam de folga, decidem fazer um lanche. Eles veem um menino em um carro vomitando muito. O garoto, que teve a identidade preservada, estaria com uma garrafa de cerveja na mão e ao lado de outra garota. O menor, mesmo passando muito mal, não para de ingerir a bebida alcoólica.

Os policiais então questionaram à garota, que também seria menor, onde estava o responsável pela criança.

Publicidade
Publicidade

Ela saiu da cena e foi chamar o pai do garoto. Ele pega a criança e dá tapas em seu rosto. "Quem foi que te deu bebida? Eu não gosto quando você bebe", diz ele, denunciando que sabe que o menor já teria bebido demais em outras situações. O policial então questiona o homem, querendo ter certeza se ele realmente sabe que o menino já teria se metido em outras confusões do tipo. O homem, talvez com medo, muda seu discurso e diz que seu filho nunca havia bebido.

De acordo com os policiais, a dupla foi levada à uma delegacia, onde um registro de ocorrência foi efetuado. O pai é acusado de, ao chegar ao local, dizer que aqui é Brasil e que o #Crime não teria qualquer culpa para ele, ou seja, nada aconteceria. O menino, após dar seu depoimento, foi levado a um hospital da região. O estado de saúde dele não foi revelado durante a reportagem, que provocou a revolta de muitos telespectadores, que se pronunciaram nas redes sociais.

Publicidade

Veja abaixo o vídeo que mostra o garoto de dez anos completamente bêbado. A identidade dele não foi revelada, nem mesmo a do seu pai, que também aparece nas imagens que repercutiram na TV Record.

Na sua opinião, esse pai deve ser punido por o filho ter bebido demais, mesmo até que ele não soubesse da condição alcoólica da criança? Deixe o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós. #Investigação Criminal