Isabella Fernandez Ibargoyen, de 24 anos, é uma #Jornalista e uma das mulheres que ficou viúva após o acidente aéreo que matou quase todo o time da Chapecoense, entre muitos outros passageiros, no dia 29 de novembro. Entre as vítimas fatais, estava o seu namorado, o também jornalista Giovane Klein, de 28 anos, que, na ocasião, trabalhava como repórter da RBS.

O casal vivia há 4 anos juntos, no oeste de Santa Catarina, mas a tragédia veio de um modo muito súbito e acabou os separando de um modo muito triste.

Para não ficar mais angustiada do que já estava, desde o acidente, Isabella começou a escrever #cartas pelo Instagram destinadas ao seu namorado falecido, contando tudo o que estava acontecendo depois de sua morte em decorrência da tragédia que ceifou 71 vidas naquele dia.

Publicidade
Publicidade

Muito triste, ela pede ao seu grande amor que lhe dê forças para suportar a sua perda em meio as suas palavras escritas.

Na primeira carta da jornalista, ela relata como ocorreu toda a repercussão da tragédia e como todos os jogadores e demais vítimas foram homenageados pelo mundo todo. Depois, ela conta como está recebendo muito apoio de todos, seja de amigos, parentes ou admiradores do trabalho dele, enfim, ela estava muito bem amparada.

Nesta mesma publicação, a viúva ainda fala sobre a cachorrinha do casal e pede para que Giovane converse com ela, pois a coitadinha estava muito inquieta aguardando a sua chegada, que não aconteceria, obviamente.

“... estou sem chão! Fui acordada de madrugada pensando que teria que trabalhar em mais uma cobertura de enchente na cidade, chovia tanto... acho que eram lágrimas... pra sempre te amo!”, escreveu Isabella, encerrando essa primeira carta de amor.

Publicidade

Na próxima carta escrita por ela, continuou a falar com o namorado falecido e contou como ela e a sua família foram para Florianópolis para participar da homenagem que seria feita para ele (Giovane). Ainda relatou que levou as camisetas dele para a arena e como as cartas escritas estavam lhe fazendo bem neste momento de plena angústia.

Em seu perfil na rede social, a jornalista ainda publicou alguns prints das últimas conversas dela com Giovane pelo WhatsApp que eles haviam trocado poucos minutos antes da queda do avião. Na última mensagem que ele chegou a enviar para a sua namorada, contava que estava na Bolívia e que já iria entrar na aeronave. Já as mensagens dela que foram enviadas logo depois, nem chegaram a ser visualizadas pelo repórter.

Nas mensagens que Giovane nem chegou a visualizar, falavam sobre a cachorrinha de estimação deles, que carinhosamente ela chamava de ‘filha’ e dizia como ela estava com saudades. Depois, ela percebeu que algo estava errado e começou a tentar contatar o jornalista: “Que nervoso não saber de ti... me liga, fala no Whats... te amamos!!”, e, assim, sem saber de nada ainda, ela se despedia do grande amor da sua vida.

Publicidade

As cartas de Isabella ganharam grande repercussão pela internet e estão sendo compartilhadas por muitas pessoas que se emocionam com a história do casal. #Chapecoense