Após o acidente com o voo da Lamia que levava a delegação do time #Chapecoense, jornalistas e tripulantes, muito já foi falado sobre uma previsão mediúnica de que o acidente estaria ‘marcado’ para acontecer. Buscamos um relato, baseado na visão espírita, a fim de esclarecer maiores dúvidas sobre ‘o outro lado’ desta tragédia que gerou uma enorme comoção em todo o mundo. A entrevista com André Marouço gestor da ‘TV Mundo Maior’, tem respostas baseadas em seus mentores espirituais junto às informações contida no ‘Livro dos Espíritos’ de Allan Kardec.

Questionado sobre os acontecimentos que envolvem mortes coletivas, se já estaria ‘previsto’ no plano superior, ou se era uma fatalidade, André respondeu que eventos de nascimento e morte, são eventos com data marcada, pontuais, e que Deus é onisciente, ou seja, ele tem onisciência antecipada de qualquer coisa que venha a acontecer.

Publicidade
Publicidade

André Marouço enfatiza que, no plano terrestre (planeta Terra), existem mentores e governadores espirituais, que são responsáveis por países, estados, cidades e até mesmo bairros. Segundo ele, nós temos mentores individuais, em casos especiais um mentor familiar também se faz presente, e que é justamente toda essa conjuntura, que leva a crer que tudo é sabido com muita antecedência. Ele cita os casos das pessoas que iriam embarcar no voo da Lamia, mas que, por alguma razão, foram impedidas ou desistiram, que não era a hora deles, que apenas aqueles que deveriam estar naquele avião, embarcariam.

A apresentadora fez uma pergunta muito interessante, se há um preparo espiritual para aquele que está prestes a desencarnar, e André responde que depende muito da maturidade moral, espiritual e psicológica de cada um.

Publicidade

Ele cita o exemplo de um integrante do grupo ‘Mamonas Assassinas’, que revelou sonhar com o avião caindo na noite anterior ao acidente que matou todo grupo no dia 02 de março de 1996.

Muitos se perguntam se existe algum auxílio no momento de uma morte, e na entrevista André afirma que sim, que Deus é justo, que as pessoas que estão a viver aquele momento, por algum motivo, precisavam passar por aquilo, mas a bondade divina é muito grande, e que por todo processo mentores auxiliam, e falando especialmente dos passageiros do Lamia, provavelmente haviam equipes espirituais de socorristas, como médicos e enfermeiros que receberiam aqueles que acabaram de desencarnar.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

#espiritismo #ForçaChape