Um adolescente de 17 anos que, foi preso em flagrante pela polícia no domingo (25), na Avenida Tenente Amaral, no bairro do Zerão, na Zona Sul de Macapá (AP). Acusado de ter violenta do sexualmente a irmã de 8 anos, o rapaz confessou o crime para a polícia. Um vizinho, que é policial, fotografou o jovem no momento em que abusava da irmã e acionou a polícia.

Publicidade

Conforme consta em seu depoimento, o rapaz disse para a polícia que estava drogado quando tudo aconteceu. Segundo informações da Polícia Técnica do Amapá (Politec), no mesmo dia que aconteceu o abuso, a vítima foi encaminhada para uma unidade médica da cidade, onde passou por exames médicos e foi comprovado que houve penetração. De acordo com informações de uma fonte ligada a Delegacia Especializada em Investigação de Atos Infracionais (Deiai), o acusado relatou que foi a primeira vez que aconteceu de ter abusado da irmã, e que estava drogado..

Publicidade

Segundo a fonte, a sorte da garotinha é que o policial viu e, de imediato acionou as autoridades, pois os parentes do acusado iam protegê-lo. A vítima prestou o seu depoimento para a Polícia Civil da cidade. Em seguida, a mesma foi encaminhada para o serviço de apoio psicológico da Polícia Técnica local. O Conselho Tutelar da cidade de Zerão (AP) também está acompanhando o caso. Conforme relata a polícia, ao fazer uma busca no banco de dados da polícia, o acusado já tem uma passagem pela polícia por tentativa de assassinato. Como ele é menor de idade, o adolescente seria liberado após prestar o depoimento.

Segundo informações, o acusado foi, porém, encaminhado para o promotor de Justiça da cidade, que pediu a sua apreensão para o juiz de plantão. No entanto, o mesmo foi encaminhado para o Centro de Internação Provisória (CIP), onde ficará à disposição da Justiça para tomar todas as medidas dentro da lei..

Publicidade

Entenda o caso

O crime de #Estupro de vulnerável aconteceu na casa da vítima no dia de Natal, por volta da 9 horas. O acusado é irmão da vítima por parte de pais diferentes. Um vizinho, que é policial, ouviu alguns gemidos e choro de uma criança vindo da casa ao lado e decidiu verificar. No entanto, ao olhar por cima do murro da casa, ele viu uma menina sendo abusada sexualmente.

O homem fotografou o estupro, em seguida acionou a polícia, relatando que uma criança estava sendo vítima de abusos. Os pais da vítima estavam ausentes quando tudo aconteceu. As fotos tiradas serão usadas como provas do crime. Elas foram entregue para a polícia, e o autor do crime foi apreendido. O caso está sendo investigado. #Investigação Criminal #Casos de polícia