Alguns sites chegaram a noticiar que o goleiro Danilo, resgatado com vida no acidente aéreo envolvendo o time da #Chapecoense, chegou a ligar para a esposa momentos antes de falecer no hospital. A família de Danilo, no entanto, desmentiu essa ligação, e diz o que houve na última conversa, que ocorreu pouco antes da viagem que levaria a vida do jogador. A tragédia na cidade de Medellín, na Colômbia, levou 71 mortes. Seis pessoas sobreviveram. Danilo era o sétimo sobrevivente. Infelizmente, ele não resistiu. Em entrevista ao portal de notícias G1, Eurico Padilha, que é pai de Danilo, disse qual foi o que chama de último conselho do filho.

Eurico diz que tudo estava muito bem e solicitou que a família não se preocupasse, já que ele naquele momento estaria na Bolívia, à espera da aeronave da Lamia, que levou ele e outros jogadores até à tragédia a 38 Km da pista.

Publicidade
Publicidade

"Ô, filho, então vai com Deus, que Deus abençoe você’. A gente pede pra Deus que dê conforto para a família inteira porque é triste. É triste”, disse o pai do atleta, que era considerado um herói da Chapecoense. Ele fez uma defesa espetacular e ajudou o time a chegar à final da copa Sulamericana. O clube disputaria o título contra o Clube Nacional Atlético de Medellín. O Adversário decidiu ceder o título depois que ficou sabendo do acidente. Já a Fifa disse que daria a decisão sobre o tema apenas em 21 de dezembro.

A mãe do jogador que se vitimou na queda, Alaídes, também falou sobre o drama que sua família vive. Ela disse que está muito abalada e que sofre muito. Segundo Alaídes, seu coração está em pedaços. Além disso, ela garante que sofre muito, que está sendo muito difícil e que nunca pensou que passaria por um momento como esse.

Publicidade

Nesse momento difícil, as homenagens às vítimas estão vindo de todas as partes. Nesta quarta-feira, 30, por exemplo, uma homenagem foi realizada em dois estádios ao mesmo tempo. Um deles foi o do Atlético de Medellín, na Colômbia. O outro foi a arena Condá, em Chapecó, Santa Catarina.