Uma criança de apenas seis anos de idade morreu na manhã desta segunda-feira (26), após se pendurar na janela e despencar do 20º andar.

O caso aconteceu por volta das 10h30, em um dos prédios pertencentes a um condomínio da Zona Sul de São Paulo. Bombeiros foram acionados, mas apenas constataram o óbito da menina, que morreu na hora. Minutos antes, médicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foram acionados, mas nada puderam fazer para salvar a vida da menor.

O prédio fica na Avenida João Peixoto Viegas. A ocorrência está sendo investigada por equipes do 80º Distrito Policial, localizado na Vila Joaniza.

Publicidade
Publicidade

As informações sobre o que teria motivado a queda da criança ainda estão sendo apuradas. Hipóteses como displicência dos pais, uma fatalidade ou mesmo homicídio ainda estão sendo levantadas, mas os dados ainda não muito preliminares.

De acordo com a Polícia Civil, o delegado que assumiu a frente do caso afirmou que vai aguardar para fornecer mais elementos à imprensa e familiares. Por enquanto, a linha de investigação mais provável é de houve um acidente doméstico.

Extremamente transtornados, os parentes da criança ainda não prestaram depoimento por estarem sem condições psicológicas de serem ouvidos. O local está isolado para resguardar a realização da perícia policial ao longo desta segunda-feira (26).

O caso chocou profundamente os moradores do entorno, que para a imprensa declararam ter ouvido o barulho do impacto do corpo se chocando contra o chão.

Publicidade

Informações dão conta de que uma vizinha relatou que a mãe da criança desceu até a portara do condomínio para assinar alguns papéis. Nesse intervalo de tempo a garota teria ficado desacompanhada na residência e foi até a janela, que não contava com rede de proteção.

Quem primeiro alertou os parentes da criança foi o porteiro. Ele também teria ouvido o ruído da queda e foi até o local para ver o que tinha ocorrido. O funcionário se deparou com o corpo e informou a fatalidade à família. Alguns minutos depois, chegaram viaturas da PM para isolar a área.

#Crime #Casos de polícia