Um homem foi preso em flagrante pela polícia na tarde de domingo, 18 de dezembro, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, cerca de 510 quilômetros de Salvador. O pervertido foi identificado como Rogério Ferreira dos Santos, 32 anos.

Segundo informações repassadas pela polícia, o acusado foi flagrado tirando fotos das pernas e partes íntimas de várias mulheres, em uma praça pública no cento da cidade. Ainda de acordo com a polícia, o suspeito foi visto por um homem que notou a atitude suspeita do acusado. No entanto, o meliante se aproximou de um casal que estava acompanhado de seus filhos e começou a tirar fotos das pernas e das partes íntimas da vítima.

Publicidade
Publicidade

Após flagra o ato obsceno, de imediato a testemunha acionou as autoridades.

Conforme relata, a polícia tinha recebido uma denúncia que um homem estava tirando fotos das pernas e partes íntimas de várias mulheres em praça pública. Diante da situação, uma equipe da polícia foi até o local informado, onde constatou a veracidade dos fatos. O suspeito foi preso em flagrante e levado em uma viatura da polícia para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Vitória da Conquista, onde prestou o seu depoimento para o delegado plantonista.

Em uma entrevista para o “Blitz Conquista”, ao ser questionado porquê ele estava tirando fotos das pernas e das nádegas das mulheres, em resposta ele disse que é a primeira vez que fez isso, e só fez isso porque estava bêbado, e quando ele não está bêbado ele se comporta de outra maneira.

Publicidade

Segundo informações da polícia, os policiais ao verificarem o aparelho de telefone celular do indivíduo, foram encontradas várias fotos, não só da vítima, mas uma série de fotos e vídeos arquivados com imagens de mulheres. Todas mostrando a região abaixo da cintura, especialmente, nádegas e pernas de mulheres com roupas curtas.

Veja o vídeo da entrevista completa logo abaixo

A polícia não souber informa se o suspeito vai ficar preso ou vai ser solto. Já o aparelho de telefone celular do meliante foi apreendido pela polícia. O caso segue sendo investigado pelas autoridades locais. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia