Um homem morreu em Mairinque, São Paulo, enquanto praticava bungee jump. Ele tinha apenas 35 anos e escolheu uma ponte férrea, que faz a ligação do município com Itu, no mesmo estado. O acidente foi neste último domingo, dia 18 e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, ele caiu de uma altura aproximada de 40 metros.

Apesar da queda ter sido de um local tão alto, quando o homem foi socorrido, ele ainda estava vivo, porém, não conseguiu resistir aos muitos ferimentos, vindo a falecer. Oficiais do Corpo de Bombeiros confirmaram que o local é muito utilizado por praticantes de bungee jump e que até os oficiais da corporação utilizam o espaço para a prática e treinamento de rapel.

Publicidade
Publicidade

A equipe do SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - informou que no local havia um colchão inflável, mas não foi capaz de salvar a vida do sujeito. Testemunhas que estavam presentes no momento em que o homem saltou, disseram que a corda esticou bem mais do que deveria, mas as investigações tentarão descobrir se foi realmente esse o motivo do #Acidente, pois algumas pessoas disseram que o motivo da #Morte foi porque a corda de segurança rompeu e o homem conhecido por Fábio Ezequiel, "quicou" várias vezes no solo e só depois é que foi parar no colchão inflável.

Fábio chegou com vida ao pronto socorro de Mairinque, mas acabou falecendo e não chegou a revelar o que poderia ter acontecido de errado, ocasionando a #Tragédia que deixou a cidade inteira chocada.

A MF Locação de Equipamentos, empresa responsável pelo salto, emitiu uma nota, mas sem assumir a culpa ou citar o que poderia ter ocasionado a queda.

Publicidade

A empresa apenas disse que é um momento difícil para todos e que estará prestando toda assistência à família da vítima.

A empresa ainda informou que estará ajudando na apuração do acidente e vai colaborar com as investigações. A Polícia Civil já abriu inquérito para averiguar o ocorrido.

Fábio foi enterrado na manhã desta segunda-feira (19), na cidade de Valinhos, em São Paulo. A família está arrasada e pede para que as investigações apontem o culpado.