Com intuito de facilitar a vida do cidadão, o #INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) pretende lançar um sistema que permita aos #segurados solicitarem a aposentadoria pela internet.

Segundo o presidente do INSS, Leonardo Gadelha, será implementado um teste, no início do ano que vem, a fim de observar se o sistema responderá bem, caso o projeto tenha sucesso, será oferecido a todos os segurados, antes do fim de 2017.

Caso o projeto seja aprovado será um passo muito importante para aqueles segurados que tenham dificuldades em procurar as agências por um motivo ou outro. Muitos costumam ter a saúde debilitada, então é muito importante que um projeto como esse tenha sucesso e seja aprovado para o bem da população.

Publicidade
Publicidade

Segundo informações da Folha de São Paulo, Gadelha disse que o órgão terá de acompanhar os resultados em cada localidade que o sistema for implementado. Primeiro, o teste acontecerá em Mossoró, no Rio Grande do Norte e, depois, nas demais localidades do país.

O diretor de #benefícios do órgão, Robinson Nemeth, explicou que nos casos em que a documentação estiver em dia, o segurado não precisará pisar na agência, e poderá resolver tudo pela internet.

Se não tiver documentação pendente, não precisará comparecer. Boa parte do que está no sistema é considerado como prova plena”, disse Robinson.

O órgão garante que no início do ano que vem disponibilizará a plataforma “Meu INSS” que já foi testada pelo público interno. Essa plataforma oferece serviços uteis como: agendamentos e declaração de regularidade do contribuinte individual, além de outros.

Publicidade

Uma das funcionalidades mais aguardadas é a simulação do tempo de serviço, que está para ser disponibilizada até março. O extrato mostrará a soma do tempo de serviço, de acordo com informações do Nemeth.

O presidente do INSS acredita que os serviços online é uma lógica de controle social interessante. Hoje, cerca de 1,2 milhão das 3,7 milhões de pessoas que vão às agências, procuram por serviços online. Agora, é torcer para que o sistema que beneficiará os segurados para aposentar, dê certo e seja aprovado.