Todos os dias famosos e anônimos têm sua intimidade postada na web, muita das vezes fotos e vídeos são roubadas por hackers ou são divulgadas por ex-companheiros das vítimas. Desta vez uma jovem de 19 anos, residente na zona oeste de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul (MS), foi até uma delegacia de polícia para denunciar o seu namorado, que tem um relacionamento há cerca de quarenta dias.

De acordo com a denúncia da jovem, o seu namorado divulgou um #Vídeo onde eles aparecem em seus momentos íntimos nas redes sociais. Conforme o relato da garota, no momento que estava mantendo relações sexuais com o acusado, ela percebeu que ele estava filmando o ato sexual.

Publicidade
Publicidade

Diante da situação, ela exigiu que o acusado parasse e apagasse o vídeo. No dia 29 de novembro, ela ficou sabendo que um suposto vídeo seu estava sendo compartilhados em grupos do WhatsApp e nas redes sociais.

E, realmente, uma amiga da garota recebeu o vídeo e nele aparece com clareza o acusado, que inclusive se exibe para a câmera, quanto à vítima, são facilmente identificáveis. A vítima em companhia da sua amiga, diante da situação, perguntou para o namorado se ele tinha divulgado as imagens onde eles aparecem mantendo relações sexuais. Em resposta, o acusado nega ter sido ele o autor de divulgar as imagens. A vítima continua perguntando, já irritado, ele nega e mostra uma arma para as duas jovens, para que as mesmas ficassem com medo e parassem com as investigações.

Logo após ser intimidada pelo sujeito a garota foi até a Delegacia da Mulher (DM) e registrou um Boletim de Ocorrência contra o jovem.

Publicidade

A jovem disse para a polícia que viu a arma no porta-luvas do veículo do suspeito. Conforme consta no seu BO, a jovem pediu uma proteção protetiva para si, pois ela tem medo que o acusado venha fazer alguma coisa de mal contra ela após ter o denunciado para a polícia.

A polícia de Campo Grande, abriu um inquérito para apurar a acusação feita pela vítima e, o caso está sendo investigado. As autoridades não souberam informar se o acusado vai se intimado para prestar o seu depoimento. #sexo #Investigação Criminal