A Polícia Civil investiga a #Morte de um jovem de 25 anos, morto a tiros na noite desta quarta-feira (28), em Jataí, no sudoeste de Goiás.

Segundo informações da Polícia, por volta das 21h15, Breno Willian Ferreira Silva foi alvejado por seis disparos de pistola calibre 380, acertando a cabeça, mãos e tórax da vítima.

O jovem é morador do Bairro Jardim da Liberdade, mas o crime aconteceu em uma residência na Rua José Pedrosa, no Setor Santa Terezinha, casa da sogra da vítima. Três indivíduos chegaram a pé no local, chamando por Breno. A cunhada dele abriu o portão da residência e foi surpreendia pelos indivíduos, dois deles armados.

Publicidade
Publicidade

Breno estava na garagem da residência no momento em que foi assassinado. Após executar a vítima sem nenhuma piedade, os assassinos fugiram. Testemunhas acreditam que havia algum veículo próximo ao local do crime dando suporte aos criminosos.

O jovem havia completado 25 anos de idade no ultimo sábado (24), véspera de natal. Há pouco tempo, ele havia sido vítima de roubo, quando bandidos levaram sua moto. Dias depois a PM localizou o quadro da motocicleta, dentro de um córrego em Jataí.

A Polícia Militar foi acionada para o local do crime e, ao constatar o óbito, acionou a equipe do IML. A Polícia Técnico Científica realizou a perícia no local. O corpo foi removido ao Instituto Medico Legal de Jataí, para os devidos exames e posteriormente foi liberado para a família.

As investigações por parte da Policia Civil de Jataí iniciou-se no local do crime, sob o comando do Delegado Ederson Bueno.

Publicidade

Em entrevista, o delegado disse que a companheira da vítima e a sua cunhada estavam no local na hora do crime, mas não reconheceram os criminosos. Segundo o delegado, a vítima já teve envolvimento em alguns delitos criminosos. Breno estava envolvido com negociações de veículos. Ainda não se sabe a motivação do crime.

Nas redes sociais, parentes e amigos do jovem lamentara a sua morte. Este foi o único #homicídio, até o momento, registrado no mês de dezembro em Jataí.

Assista a entrevista do Delgado Ederson Bueno.

#Casos de polícia