Uma jovem foi violentada sexualmente por um colega de trabalho no sábado (17), na cidade de Cafelândia. A vítima que trabalha na cooperativa de Cafelândia foi identificada com a inicial P. O acusado de ter praticado o estupro foi identificado com a inicial R. e foi preso em flagrante pela polícia. De acordo com informações repassadas pela polícia, uma testemunha que trabalha como vigilante próximo ao terminal rodoviário de Cafelândia, acionou a Polícia Militar, relatando que tinha visto uma mulher sendo colocada à força dentro dum veículo Uno, de cor prata.

Segundo a testemunha, a mulher estava gritando por socorro, e a mesma teria jogado uma bolsa para fora do carro já em movimento.

Publicidade
Publicidade

Os policiais se deslocaram até o local informado e, ao verificar a bolsa, os policiais encontraram os documentos da jovem, e uma conta de energia elétrica, constando o seu endereço, no bairro Floresta. Em seguida, os policiais começaram a fazer uma ronda na região, e receberam uma informação da Polícia Militar que uma mulher estava pedindo por ajuda na Comunidade de Anta Gorda, com as mesmas características da mulher raptada em Cafelândia.

Já no local, a vítima disse para os policiais que tinha sido abordada, ameaçada de morte e obrigada a entrar àforça num veículo, e, em seguida, foi levada para um matagal onde foi violentada sexualmente pelo criminoso. Ainda, segundo a vítima, ela aproveitou um momento de descuido do estuprador e conseguiu sair correndo, se escondendo numa plantação de soja próximo ao local onde foi estuprada.

Publicidade

Após alguns minutos, ela ouviu um barulho de um carro saindo do local. Em seguida, ela pediu ajuda numa residência.

A jovem ainda disse para a polícia que conhecia o criminoso de vista, e que ele trabalhava na mesma empresa onde ela trabalha. Diante da situação, os policiais foram até a empresa, e, ao verificar as imagens de vídeo monitoramento, o veículo usado no #Crime foi localizado no pátio da cooperativa. Segundo informações da direção da cooperativa, o mesmo não se encontrava, pois, ele teria passado mal e foi encaminhado para um hospital com convulsão.

No entanto, após receber alta do hospital, acusado foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Nova Aurora. Conforme relatos dos policiais, a vítima ficou em estado de choque quando reconheceu a foto do criminoso. A jovem também foi levada para uma unidade médica, onde tomou remédios para evitar doenças sexualmente transmissíveis. #Investigação Criminal #Casos de polícia