Uma jovem morreu após ficar alguns dias internada após ser brutalmente espancada e arrastada no meio rua pelo marido. A vítima foi identificada como Daniela Costa Diniz, de 29 anos, o autor do assassinato foi identificado como Jadson Moreira Silva, de 21 anos. A jovem ainda foi socorrida por sua irmã e levada para uma unidade médica, mas devida gravidade dos ferimentos, não resistiu e morreu.

Segundo informações da irmã da vítima, Daniela foi encontrada em sua residência onde morava com o esposo deitado ao seu lado. Ainda de acordo coma a irmã da vítima, ela tinha recebido uma ligação de uma colega relatando que a sua irmã tinha sido vítima de violência doméstica e estava muita machucada.

Publicidade
Publicidade

Diante da situação, ela se deslocou até a casa da vítima, ao entrar na residência, ela encontrou a sua irmã deitada de bruços, completamente sem roupas e desacorda e o acusado ao seu lado como se nada tivesse acontecido.

Conforme relatos de testemunhas, no dia do #Crime, o casal foi a uma festa, no entanto, ao voltarem para a sua residência, a jovem foi brutalmente espancada e arrastada no meio da rua pelo seu esposo. Segundo as testemunhas, o criminoso usou pedaços de madeiras e um capacete para espancar a sua esposa. Segundo informações do pai da vítima, o casal se conheceu há cerca de 3 anos na cidade de Penalva, no Maranhão (MA), e tinham ido embora para uma cidade na zona rural do Pará.

No entanto, as brigas entre o casal eram frequentes, e as agressões sempre eram por motivos de ciúme.

Publicidade

Após a mãe da jovem morrer, há cerca de 5 meses, o casal resolveu voltar a morar em Penalva, mas os espancamentos continuaram. Segundo o pai da jovem, ele teria prestado queixa contra o genro. Os policiais iam leva-lo preso, porém, sua filha os impediu.

O acusado foi preso em flagrante dentro da sua residência. Segundo o delegado, o meliante disse que teria pegado a sua esposa o traindo. Para a polícia, o criminoso é um homem frio e agressivo, que durante um desentendimento com a sua esposa espancou ela até a morte. A jovem deixou 3 filhos menores de outro casamento. #Casos de polícia