Pela primeira vez na história do Brasil, um motorista sem os dois braços conseguiu ser aprovado no exame do Detran, para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Leonardo de Souza, que tem 18 anos e vive no Amazonas, é o primeiro homem sem os membros superiores a realizar tal ‘feito’ no país. O amazonense, desde criança, é apaixonado por carros. Em sua infância, quando tinha 3 anos de idade, ele ganhou o seu primeiro ‘veículo’, um Jeep elétrico de cor amarela. A partir daquele momento em sua vida, Leonardo não parou mais de dar atenção aos carros e veio, desde então, acumulando veículos ao longo dos anos. Mas ele queria mais, pois o seu sonho era o de ter uma CNH no bolso e poder dirigir um carro nas ruas de sua cidade.

“A minha condição me motiva mais.

Publicidade
Publicidade

Quero mostrar que nossos sonhos podem se tornar realidade”, afirmou Leonardo, que atualmente é estudante. Quando nasceu, o jovem surgiu com uma má formação congênita que afetou os seus dois membros superiores e, quando criança, fazia fisioterapia em três dias da semana. Daquele tempo até os dias atuais, o jovem viaja ao menos uma vez no ano para a cidade de São Paulo para fazer tratamento na AACD – Assistência à Criança Deficiente. Leonardo disse, quando entrevistado pela equipe do G1, que a deficiência nunca o impediu de correr atrás dos seus sonhos – o de ser, de fato, um motorista.

“As pessoas me olham chocadas, mas não ligo para isso. Até me divirto”, disse o novo motorista amazonense, dando pequenas risadas. De acordo com ‘Leo’, para ele, nunca houve barreiras em sua vida que o impedissem de correr atrás de seus sonhos.

Publicidade

O jovem atualmente mora na Zona Sul da capital, Manaus, ao lado de seus avós, tia e mãe, em um terreno que possui três casas, localizadas no bairro Educandos.

De acordo com Leonardo, apesar de sua deficiência, com relação ao seu cotidiano de vida, ele geralmente não precisa de ajuda dos seus familiares para realizar as suas tarefas do dia-a-dia, a não ser quando ele precisa abrir o chuveiro para tomar banho: “Mas de resto, sempre fiz e faço tudo sozinho”, lembra o rapaz.

Leonardo está concluindo o ensino médio já no final desse ano, 2016, e já tem um outro sonho para ser realizado em sua vida: ser um profissional de som automotivo e se tornar referência em sua região: “em 2017, pretendo abrir uma loja de som automotivo e me especializar em eletrotécnica”, disse o jovem, que explicou gostar dessa área desde os seus 14 anos de idade. #Curiosidade