Um fato curioso aconteceu em Porto Velho, capital de Rondônia (RO). Uma bolsa de luxo, avaliada em pouco mais de R$ 1,2 mil, roubada de dentro de um veículo que estava estacionado perto de um petshop, foi devolvida após dois dias, com um bilhete do criminoso. Em um pedaço de guardanapo, o ladrão deixou um recado para a dona da bolsa dizendo: “Deus mandou eu te entregar. Só peguei a grana, desculpa!”.

A vítima foi identificada com uma fotógrafa de 36 anos que, logo após ler a mensagem escrita pelo ladrão, compartilhou nas redes sociais. Em uma entrevista concedida pela fotógrafa ao portal de notícias G1, ela explicou que tinha estacionado o seu veículo próximo a um petshop e, em seguida, foi para uma academia que fica localizada na zona norte da cidade.

Publicidade
Publicidade

Ao retornar, não notou que o seu veículo foi arrombado.

Segundo a fotógrafa, o seu carro estava travado e fechado, e só deu falta de sua bolsa alguns minutos após entrar no veículo. Ainda de acordo com a vítima, suspeita-se que o criminoso tenha usado um aparelho para destravar o automóvel chamado de “Chapolin”, vendido em várias cidades do Brasil, usado por criminosos para bloquear o travamento e facilitar o roubo.

Devido ao roubo, a jovem registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil da cidade. Após dois dias, a recebeu uma ligação de uma pessoa relatando que estava com a bolsa, e que tinha a encontrado no quintal de sua casa. O ladrão apenas pegou o dinheiro, cerca de R$ 200.

"Eu achei uma boa atitude da parte dele, muito embora já tivesse dado entrada na segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e solicitado o bloqueio dos cartões de crédito que estavam na bolsa.

Publicidade

“Eu já o perdoei”, relata a jovem.

Sobre o furto, a profissional atribuiu o fato a uma maré de má sorte. Naquela mesma semana, ela bateu o seu veículo, e como se não bastasse, ainda sofreu uma tentativa de assalto. Segundo ela, tudo acabou bem.

A polícia abriu um inquérito e o caso está sendo investigado. Até o fechamento deste artigo, nenhum suspeito havia sido localizado. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia