A cada dia, os crimes cibernéticos estão mais comuns. Pessoas de todo o país e do mundo já passaram por ações, nas quais bandidos tentaram, a todo custo, tirar proveito de uma ou mais situações. Um novo caso, divulgado nesse fim de semana pelo portal de notícias G1, mostra como um pedófilo agiu com uma menina de apenas oito anos. A garota, que usava o Facebook livremente na cidade de Piracicaba, em São Paulo, acabou sendo vítima de um seguidor bem desagradável. O homem começou a puxar papo com a menor e pedia a ela coisas absurdas, mostrando ser um cara muito inadequado. A sorte da menina é que ela tinha uma mãe zelosa, que viu tudo e ficou espantada.

Publicidade
Publicidade

O caso agora está sendo investigado pela Secretaria de Segurança Publica. Ao falar com o G1, a mãe da vítima diz que criou a conta para ela falar com os avós. Ela sempre olhava as mensagens da menina, evitando deixar ela muito tempo sozinha. Além disso, qualquer notificação era enviada para o celular do pai da menina. Ainda assim, por pouco, a garota não foi vítima de um abusador de menores. Na primeira mensagem que recebeu, a garota decidiu procurar os pais, questionando se eles conheciam aquele homem que tanto queria falar com ela. Os tutores da menina responderam que não, mas decidiram acompanhar as mensagens que ali eram enviadas. Não demorou muito para que toda a situação virasse caso de polícia.

Veja abaixo uma das mensagens enviadas pelo pedófilo à menina:

Como você pode ver acima, o abusador realmente acreditava que conversava com uma menor.

Publicidade

Ele, inclusive, solicita que ela envie mensagens para ele. O homem, que não teve o nome identificado, pede fotos da menina. A mãe, se fingindo da menina, diz que não mandará foto, pois está tudo escuro e os seus pais acordariam. O indivíduo então diz para a garota ir ao banheiro e fazer os registros, sem que ninguém soubesse. Em seguida, ele revela que tirará fotos com e sem cueca e enviará de presente para a menininha, que, lembramos, tem apenas seis anos de idade.

O caso agora é investigado pela polícia. O homem nega que estivesse tentando fazer sexo virtual com a menor. Veja outra mensagem enviada por ele:

#Crime