Um homem identificado com Elcemir Matos Nunes, de 27 anos, foi preso na quarta-feira (07), na cidade de Pacaraima, na zona norte de Roraima, por desacato, violência doméstica, resistência à prisão e tentativa de homicídio. O irmão do acusado, identificado com Elisomero Matos, que não teve sua idade revelada, também foi preso por dar apoio ao acusado.

Segundo informações da Polícia Militar, Elcemir Matos pegou no flagra a sua esposa, de 26 anos, e o suposto o amante, de 23 anos, dentro da residência onde o casal mora. No entanto, o homem teria derrubado a porta do banheiro onde estava o "outro" que, de acordo com a polícia, conseguiu fugir do local após ser golpeado na barriga.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com os relatos dos policiais, a jovem também fugiu do seu esposo após ser ameaçada de morte. No entanto, ela foi até a sede da Polícia Militar da cidade e pediu ajuda. Conforme os comentários, eles foram acionados para atender uma ocorrência na qual um sujeito estaria armado com uma faca em punho e correndo atrás de uma mulher.

Diante da situação, os policiais fizeram uma ronda na região e, após alguns minutos, o suspeito foi localizado dentro de um carro.

Ao fazer uma vistoria no veículo, os policiais encontraram a faca. De acordo com os oficiais, tanto o acusado quanto seu irmão estavam bem alterados e se recusaram a entrar na viatura. Após uma longa conversa, foram levados para a delegacia, onde a sua esposa estava.

Conforme o depoimento da esposa do acusado, o sujeito tentou lhe matar com uma faca. Ela disse que já é casada com o acusado há dez anos e que, durante esse tempo, tiveram dois filhos, e já tiveram outros desentendimentos, mas essa é a primeira vez que ela tem que acionar a polícia.

Publicidade

A jovem relatou que o rapaz que estava em sua casa é um amigo, e ela o deixou dormir no sofá, pois o mesmo teria perdido a chave de seu apartamento. Segundo um policial, o acusado estava gritando muito e falava que ninguém o podia prender porque ele tinha bastante dinheiro.

O sujeito ainda tentou fugir da delegacia, mas foi impedido com dois tiros de bala de borracha e levado para uma cela. O irmão do acusado prestou depoimento e foi liberado em seguida.

A mulher não quis registrar um boletim contra o esposo. Já o rapaz esfaqueado prestou depoimento, em seguida passou por exames de corpo de delito. O agressor foi preso em flagrante e ficará à disposição da Justiça. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia